Corinthians não recebe dinheiro de patrocínio da Caixa há pelo menos três meses

Corinthians não recebe dinheiro de patrocínio da Caixa há pelo menos três meses

Por Meu Timão

Corinthians tem contrato até fevereiro do ano que vem com a Caixa

Corinthians tem contrato até fevereiro do ano que vem com a Caixa

Foto: Agência Corinthians

Ainda tentando se acertar financeiramente, o Corinthians está sem receber as parcelas de seu patrocínio da Caixa Econômica Federal desde outubro do ano passado. A informação foi confirmada pelo diretor financeiro do clube, Emerson Piovesan, ao jornal Folha de S. Paulo.

Durante esses meses sem receber, o clube deixou de ganhar R$ 10 milhões de reais. O motivo é simples: o Timão não recebeu as certidões negativas de débitos referentes aos pagamentos da PGRN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional). As certidões estão barradas porque o Corinthians alterou o modelo de pagamento das dívidas. Antes o clube usava o Refis e agora aderiu ao Profut, que tem juros menores e contrapartidas, como o investimento nas categorias de base e no futebol feminino.

Sem as certidões, a Caixa, que é uma estatal, não pode repassar o dinheiro do patrocínio para o Timão. A diretoria acredita que assim que o recesso de final de ano da PGRN termina, a documentação será liberada para o clube e a situação será restabelecida.

A Caixa informou à Folha de S. Paulo que assim que tudo estiver regularizado, o clube vai receber as parcelas em dia. Isso já aconteceu em 2013, quando o Timão ficou com dívidas fiscais, e a Caixa deixou de depositar o dinheiro referente ao patrocínio. O banco é o principal patrocinador do clube alvinegro e tem contrato válido somente até fevereiro do ano que vem.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes