Menos de um ano após inauguração, duas lanchonetes deixam Arena Corinthians

48 mil visualizações 165 comentários

Por Vinícius Souza*

Localizada no setor Oeste, loja Domino's Pizza foi inaugurada em 31 de maio de 2015, no clássico contra o Palmeiras

Localizada no setor Oeste, loja Domino's Pizza foi inaugurada em 31 de maio de 2015, no clássico contra o Palmeiras

Meu Timão

O torcedor alvinegro deixará de ter duas opções de restaurantes na Arena Corinthians a partir dos próximos dias. Inauguradas há menos de um ano, as marcas Vivenda do Camarão e Domino's Pizza estão de saída do estádio corinthiano. Em contato com o Meu Timão, Marco Antônio Murgia, representante das franquias, explicou os motivos do fim de negócio.

“Quem fecha contrato com a Arena é a AR Fast Food, que é a empresa que fechou contrato com o Corinthians de exploração da Arena por 10, 15 anos (Nota do editor: o contrato é válido por dez anos). A gente tem um repasse de valor pra eles, era algo em torno de 30% das vendas. Estava ficando inviável pra gente devido ao custo”, afirmou Murgia à reportagem.

Segundo o executivo, a taxa imposta pela concessionária de lanchonetes está de acordo com a prática do mercado. Entretanto, ele destaca que, por conta da pouco movimento de clientes na praça de alimentação, os estabelecimentos não geraram o retorno financeiro esperado.

“Como, na Arena, nosso movimento acaba sendo muito rápido – a gente trabalha com um pouco mais de movimento no intervalo, antes e depois dos jogos –, a renda acaba sendo baixa, pelo número de lanchonetes. Nós só pagamos o percentual deles”, acrescentou.

O contrato entre Corinthians e AR Fast Food foi firmado após um imbróglio envolvendo a empresa Diverti Arena, antiga administradora dos postos de alimentação do estádio. Depois da parceira descumprir uma série de exigências, entre elas, a qualidade precária do serviço prestado na área VIP, a direção da Arena optou por romper o vínculo de concessão.

Por enquanto, três restaurantes permanecerão instalados na Arena Corinthians: Bob’s, Patroni Pizza e Dica do Chef. “A gente estava fazendo a título de experiência, fizemos durante o segundo semestre do ano passado e acabou não se tornando viável.”

Por fim, Murgia pontua que as franquias de alimentação do estádio não deram prejuízo. “Pra nós, que só tínhamos a operação, eu não vou te falar em prejuízo. Vou te falar que não tinha rentabilidade. Meio que pagava os custos só (sic)”, ponderou o executivo, que preferiu não revelar valores do negócio.

*Colaborou sob supervisão de Mayara Munhoz

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez teve mais uma notícia ruim na noite desta segunda-feira

    Conselho de Orientação do Corinthians também sugere reprovação de contas de 2019

    ver detalhes
  • Corinthians pode devolver Yony González e economizar quase R$ 20 milhões

    [Marco Bello] Corinthians pode devolver Yony González e economizar quase R$ 20 milhões

    ver detalhes
  • Cantillo foi um dos destaques do Corinthians no início da temporada

    Cantillo apresenta sintomas de Covid-19 e pode desfalcar Corinthians em Dérbi

    ver detalhes
  • As três opções de escalação para posição problemática no Corinthians de Tiago Nunes

    VÍDEO: As três opções de escalação para posição problemática no Corinthians de Tiago Nunes

    ver detalhes
  • Atacante Jô pode reestrear pelo Corinthians na retomada do Campeonato Paulista

    CBF define janelas internacionais, e Jô pode reestrear pelo Corinthians contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Equipe Sub-23 do Corinthians ganhará atenção especial de Tiago Nunes em 2020

    Corinthians volta a renovar contrato de dupla do Sub-23 em meio à paralisação da base

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: