Site diz que Elias estabeleceu salário mínimo para deixar o Corinthians

Site diz que Elias estabeleceu salário mínimo para deixar o Corinthians

Por Meu Timão

Elias foi escalado para representar o clube na Parada da Disney, nos Estados Unidos

Elias foi escalado para representar o clube na Parada da Disney, nos Estados Unidos

Foto: Agência Corinthians

Assim como Renato Augusto e Jadson, o volante Elias tem o caminho aberto para atuar no mercado chinês. Porém, o jogador teria estabelecido uma meta para poder se despedir da equipe do Parque São Jorge e ingressar ao mundo asiático.

As conversas entre os empresários do volante e os mandatários do China Fortune-CHN, clube interessado no atleta, são marcadas por altos e baixos. Neste momento, o salário oferecido para o jogador seria o empasse nas negociações. Elias deixa claro que só está disposto a uma transferência por valores que considerasse irrecusáveis.

O meia Renato Augusto e o Jadson deixaram o Timão por uma oferta que chega a R$2,2 milhões por mês. Elias quer algo parecido. De acordo com o portal UOL, o jogador estipulou uma metar: receber R$ 2 milhões por mês em salários para atuar por um novo clube. Porém a oferta chegaria aproximadamente aos R$ 1,4 milhões.

A seus empresários, Elias declarou que não gostaria de participar diariamente das discussões e passou qual seriam suas condições para atuar na China. Já o Corinthians deu sinal de que o panorama diferente. O volante foi escalado para representar o clube na Parada da Disney, na próxima semana, em Orlando.

Veja Mais:

  • Camacho vai ficar com a família no Rio de Janeiro

    Após perder o pai, Camacho é liberado e está fora do clássico contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Jadson pode ser relacionado para o clássico contra o Palmeiras

    Jadson pede para enfrentar o Palmeiras; desempenho contra o Água Santa será decisivo

    ver detalhes
  • Camacho e o pai Anizio Camacho

    Acidente em casa tira vida de pai de Camacho; mãe e irmão do jogador são hospitalizados

    ver detalhes
  • Atlético-PR e Coritiba preferiram não realizar a partida e enfrentaram o modelo tradicional do futebol

    Unidos, rivais peitam a Globo e acabam barrados pela Federação Paranaense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes