Diretoria não entra em acordo com time turco e Cássio fica no Timão

Diretoria não entra em acordo com time turco e Cássio fica no Timão

Por Meu Timão

37 mil visualizações 372 comentários Comunicar erro

Cássio tem contrato até o fim de 2018

Cássio tem contrato até o fim de 2018

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Ao que tudo indica, o Corinthians vai seguir com o goleiro Cássio no time titular. A negociação com o Besiktas não deu certo e o jogador vai permanecer no Timão.

"Eles não chegaram aos valores que eu pedi, então o Cássio fica", afirmou o presidente Roberto de Andrade, ao GloboEsporte.com.

Curiosamente, assim que a notícia foi publicada o goleiro assumiu a posição de titular no treinamento do Corinthians no CT Joaquim Grava. Nos últimos treinos, Walter foi quem treinou.

Apesar de não confirmar os valores, o que se fala é que o clube turco teria oferecido 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões) para levar Cássio. Como é dono de 70% dos direitos econômicos do jogador, o Timão ficaria com aproximadamente R$ 10,7 milhões.

Com a negativa por parte da diretoria alvinegra, o goleiro vai fazer parte da delegação do Timão que embarca na noite desta quarta-feira para os Estados Unidos. O contrato do goleiro é válido até o fim de 2018.

Veja Mais:

  • Balbuena segue sem estender vínculo com o Corinthians

    Corinthians aciona Vampeta para tentar ajudar na renovação de Balbuena; clube se pronuncia

    ver detalhes
  • Vilson está afastado dos gramados desde março de 2017, quando passou por cirurgia

    Corinthians paga R$ 60 mil por atraso de 13 meses e quita dívida pela contratação de Vilson

    ver detalhes
  • Timão recebe o arquirrival Palmeiras na Arena neste sábado

    Torcida garante 33 mil ingressos para primeiro Dérbi de 2018; venda física começa nesta quarta

    ver detalhes
  • Ralf foi apresentado pelo Corinthians no início da tarde desta terça-feira, no CT

    Apresentado, Ralf fala em 'momento de Gabriel', mas avisa: 'Vou buscar meu espaço'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes