Com mais baixas no elenco, Corinthians volta a conversar por Marquinhos Gabriel

Com mais baixas no elenco, Corinthians volta a conversar por Marquinhos Gabriel

Por Meu Timão

Marquinhos Gabriel pode ser mais um reforço do Timão em 2016

Marquinhos Gabriel pode ser mais um reforço do Timão em 2016

Foto: Divulgação / Santos FC

Ainda sem conseguir encontrar uma solução para o meio de campo, o Corinthians voltou a investir na contratação do meia Marquinhos Gabriel, que pertence ao Al-Nassr, da Arábia Saudita.

Segundo o portal GloboEsporte.com, o contato com os árabes foram retomados e intensificados nos últimos dias. As conversas existem desde o ano passado, mas os árabes pediram valores altos e o acordo travou.

Marquinhos Gabriel se destacou no Santos, na temporada passada, quando estava emprestado. O clube santista também tentou ficar com o meia, mas esbarrou no mesmo problema que o Timão.

O Al-Nassr quer 4 milhões de dólares (cerca de R$ 16,1 milhões) pelos direitos econômicos do meia. A diretoria do Corinthians já até aceitou pagar esse valor, mas os árabes exigem um pagamento à vista. O Timão quer parcelado.

Com mais uma saída do elenco, a do zagueiro Gil, novos valores devem entrar no caixa alvinegro e, por isso, o clube retomou o contato com o Al-Nassr. Marquinhos Gabriel se reapresentou na equipe no início de janeiro e treina normalmente.

Veja Mais:

  • Kazim deve ter primeira chance como titular no Corinthians

    Carille põe Kazim titular e faz mais duas mudanças; veja provável escalação contra São Paulo

    ver detalhes
  • Cristian interessa à Chapecoense, mas salário é entrave

    Técnico da Chapecoense revela desejo de contar com Cristian

    ver detalhes
  • Arena Corinthians foi palco de semifinal da Copinha em 2016

    FPF nega semifinal na Arena, libera Paulista em Jundiaí e volta a irritar diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Kazim marcou um dos gols da vitória do Timão na Florida Cup

    Corinthians conhece adversário de final da Florida Cup 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes