Por conta dos direitos econômicos, Gil rende sozinho mais do que outros quatro titulares do Timão

Por conta dos direitos econômicos, Gil rende sozinho mais do que outros quatro titulares do Timão

Por Meu Timão

Gil rendeu mais aos cofres do Timão que Ralf, Jadson, Renato e Love juntos

Gil rendeu mais aos cofres do Timão que Ralf, Jadson, Renato e Love juntos

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Muitos torcedores reclamam da porcentagem dos direitos econômicos de boa parte dos jogadores do Corinthians. A provável venda de Gil para a China provou que a Fiel está certa em reclamar dos números.

Quando comprou o zagueiro em 2013, o Corinthians adquiriu 90% dos seus direitos econômicos - os outros 10% ficaram com o Valenciennes, da França, seu antigo clube. Por conta disso, dos 10 milhões de euros que devem ser pagos pelo Shandong Luneng, 9 milhões pertencem ao Timão.

Convertendo para o real, o Corinthians deve colocar sem seus cofres cerca de R$ 39,6 milhões. Esse valor sozinho é maior do que o total arrecadado nas vendas de Jadson, Renato Augusto, Ralf e Vagner Love.

No caso dos dois meias - Renato e Jadson - os direitos econômicos fizeram toda a diferença. Os dois melhores jogadors da equipe na temporada passada receberam propostas da China e também deixaram o clube. Jadson só tinha 30% dos seus direitos ligados ao Timão, que recebeu só R$ 6,5 milhões por sua venda; Renato tinha 50% e rendeu R$ 17,5 milhões.

Já Vagner Love e Ralf não se encaixam no problema dos direitos, mas em outro: o da multa rescisória. Os dois pertenciam 100% ao Corinthians, mas possuíam multas baixas e deixaram a equipe por pouco dinheiro. A venda dos dois acumulou cerca de R$ 9,5 milhões aos cofres alvinegros.

A situação liga o alerta para a situação dos direitos econômicos dos jogadores. Atualmente, o Corinthians só tem 100% de cinco jogadores. Boa parte do elenco possui menos de 60% dos seus direitos ligados ao clube e alguns casos, com o do meia Matheus Pereira assustam: o Timão só tem 5% do jogador.

Confira quanto cada venda do Timão gerou aos cofres alvinegros

Jadson

Clube: Tianjin Quanjian, da China
Direitos econômicos: 30%
Valor da venda: R$ 22 milhões
Valor do Corinthians: R$ 6,5 milhões

Renato Augusto

Clube: Beijing Guoan, da China
Direitos econômicos: 50%
Valor da venda: R$ 35 milhões
Valor do Corinthians: R$ 17,5 milhões

Ralf

Clube: Beijing Guoan, da China
Direitos econômicos: 100%
Valor da venda: R$ 4,5 milhões (valor da multa)

Vagner Love

Clube: Monaco, da França
Direitos econômicos: 100$
Valor da venda: R$ 5 milhões (valor da multa)

Gil

Clube: Shandong Luneng, da China
Direitos econômicos: 90%
Valor da venda: R$ 44 milhões
Valor do Corinthians: R$ 39,5 milhões

(Todos os valores acima são aproximados)

Veja Mais:

  • Torcida do Corinthians marcou presença na Fonte Nova; 'presente' veio nesta segunda

    Rival tropeça no Pacaembu, e Corinthians encerra rodada com boa vantagem na liderança

    ver detalhes
  • Corinthians/UNIP faz final da Liga Paulista nesta semana

    Decisões na base, futsal, vôlei e futebol feminino: a semana do Corinthians em outras modalidades

    ver detalhes
  • Quarta-feira deve ser noite de Arena Corinthians lotada

    Corinthians confirma 25 mil ingressos vendidos para duelo contra o Grêmio em Itaquera

    ver detalhes
  • Gabriel deve ser reforço do Corinthians para jogo desta quarta-feira

    Pendurados ilesos e volante de volta: Corinthians 'junta cacos' para encarar Grêmio

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes