Concorrência pode tirar futebol da Globo até mesmo na TV aberta

95 mil visualizações 154 comentários

Por Meu Timão

Torcida do Corinthians foi responsável pela maior média de público do Brasileirão 2015

Torcida do Corinthians foi responsável pela maior média de público do Brasileirão 2015

Reprodução / TV

Detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro há décadas, a Globo pode ficar sem transmitir a principal competição de futebol do país na TV aberta a partir de 2019. Interessado na exibição do nacional na TV fechada, o canal Esporte Interativo se comprometeu a comprar também os direitos para o sinal aberto.

Segundo o Blog do Perrone, do UOL Esporte, os clubes que negociam os direitos de transmissão do Brasileiro em TV fechada com a Turner América, responsável pelas marcas do Esporte Interativo, estavam receosos quanto à postura da Globo. A previsão é de que a emissora carioca não feche o acordo pela cobertura do campeonato na TV aberta como forma de “retaliação”.

Até o momento, oito agremiações se posicionaram a favor do Esporte Interativo: Santos, Fluminense, Grêmio, Internacional, Coritiba, Atlético-PR e Bahia. O Corinthians, por sua vez, já teria assinado com a Globosat, programadora do SporTV e da Globo, os direitos de transmissão de suas partidas para TV fechada.

Ainda de acordo com a publicação, a Turner desembolsaria R$ 600 milhões pela transmissão em TV fechada e R$ 210 milhões pelo sinal aberto, além das chamadas “luvas”, avaliadas entre R$ 30 e R$ 40 milhões. No entanto, como o Esporte Interativo não tem interesse na exibição do Brasileiro em TV aberta, a empresa norte-americana repassaria o acordo a baixo custo para outra concorrente da Globo.

Em 2015, Corinthians e Flamengo receberam cerca de R$ 110 milhões da Globo. Para efeito de comparação, o clube que mais se aproxima da dupla é o São Paulo. O time do Morumbi faturou R$ 80 milhões. Já o Santos recebeu pouco mais da metade que o arrecadado pela cúpula do Parque São Jorge. Os contratos televisivos da competição nacional são válidos até a temporada de 2018.

A Turner deve investir alto na disputa com a emissora carioca. Recentemente, a empresa norte-americana entrou na briga pelas cotas do Paulistão. Contudo, a Globo, que já havia ganhado a concorrência com a Record no passado, renovou o contrato de TV aberta, TV fechada e pay-per-view por mais quatro anos.

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez teve mais uma notícia ruim na noite desta segunda-feira

    Conselho de Orientação do Corinthians também sugere reprovação de contas de 2019

    ver detalhes
  • Corinthians pode devolver Yony González e economizar quase R$ 20 milhões

    [Marco Bello] Corinthians pode devolver Yony González e economizar quase R$ 20 milhões

    ver detalhes
  • Cantillo foi um dos destaques do Corinthians no início da temporada

    Cantillo apresenta sintomas de Covid-19 e pode desfalcar Corinthians em Dérbi

    ver detalhes
  • As três opções de escalação para posição problemática no Corinthians de Tiago Nunes

    VÍDEO: As três opções de escalação para posição problemática no Corinthians de Tiago Nunes

    ver detalhes
  • Atacante Jô pode reestrear pelo Corinthians na retomada do Campeonato Paulista

    CBF define janelas internacionais, e Jô pode reestrear pelo Corinthians contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Equipe Sub-23 do Corinthians ganhará atenção especial de Tiago Nunes em 2020

    Corinthians volta a renovar contrato de dupla do Sub-23 em meio à paralisação da base

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: