Times ingleses usam boatos e desespero do Corinthians para barganhar Pato

Times ingleses usam boatos e desespero do Corinthians para barganhar Pato

Por Meu Timão

Fora da pré-temporada do Corinthians nos Estados Unidos, Pato ainda não encontrou novo clube

Fora da pré-temporada do Corinthians nos Estados Unidos, Pato ainda não encontrou novo clube

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Não é novidade para ninguém que a prioridade da diretoria do Corinthians neste início de temporada é vender Alexandre Pato. Contratado por R$ 40,5 milhões em 2013, o atacante teve um início promissor, mas foi emprestado ao São Paulo pouco depois da tentativa mal executada de cavadinha em um pênalti contra o Grêmio, que culminou na eliminação do Timão na Copa do Brasil.

Desde então, a cúpula alvinegra busca interessados no jogador de 26 anos e corre contra o tempo para selar a negociação. Isso porque, se quiser vender o atacante para o futebol europeu, a equipe só tem até 31 de janeiro para recuperar parte do antigo investimento.

Caso perca a janela, o Timão pode perder o jogador sem nenhum retorno financeiro. Pato tem vínculo com o Corinthians até o fim do ano e, a partir de julho, pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube do Brasil ou do exterior de graça. E as equipes interessadas – em especial Chelsea e Liverpool – estão usando a situação a favor.

O incômodo corinthiano é trunfo das equipes inglesas, hoje principais candidatas à contratação de Pato. A cada dia, novas especulações envolvendo o nome do brasileiro surgem na mídia britânica. Neste domingo, o diário Daily Star publicou que o técnico do Chelsea (ING), Guus Hiddink, teria vetado a chegada do atacante em Stamford Bridge.

No último dia 11, o Liverpool (ING), outro clube que sinalizou interesse em Alexandre recentemente, descartou as tratativas com o Corinthians por meio de seu treinador. “Meu conselho para vocês (jornalistas) é: não continuem mais procurando novidades sobre o Pato”, afirmou o alemão Jürgen Klopp.

As declarações do presidente Roberto de Andrade e do ex-superintendente de futebol, Andrés Sanchez, sobre a venda de Pato chegaram aos ouvidos dos dirigentes europeus. Cientes da necessidade do negócio por parte do Timão, eles aguardam a aproximação do fim da janela de transferências para diminuir o valor da transação.

Na terça-feira passada (19), o jornal inglês Daily Express noticiou que os Blues estariam dispostos a desembolsar até 10 milhões de libras (aproximadamente R$ 58 milhões) pelo atacante, montante abaixo do valor de mercado do brasileiro – 11 milhões de libras (R$ 63 milhões).

No entanto, a expectativa no Velho Continente é que o negócio seja concretizado por metade do estimado. Vale ressaltar que o Timão, apesar de ter 100% dos direitos econômicos do jogador, terá direito a apenas 60% da venda. O restante é garantido ao atleta.

Veja Mais:

  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Léo Jabá, marcado por Balbuena a imagem acima, está à disposição de Oswaldo

    Léo Jabá tranquiliza Corinthians após susto e está à disposição para jogo contra Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes
  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes