Após sete anos, Corinthians estreia no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino

Após sete anos, Corinthians estreia no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino

Por Meu Timão

Equipe feminina foi apresentada no início de janeiro no CT

Equipe feminina foi apresentada no início de janeiro no CT

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Depois de sete anos sem uma equipe feminina, o Corinthians volta a campo nesta quarta-feira, na estreia do time no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. A formação só foi possível por causa da parceria com o Osasco Audax.

O primeiro adversário das garotas corinthianas será o atual campeão da competição, o Rio Preto. A partida acontece nesta quarta-feira, às 18h, no Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco.

Essa já é a segunda rodada da competição - o Corinthians folgou na primeira. Os torcedores que quiserem acompanhar e apoiar as jogadoras alvinegras, a entrada será franca.

O Corinthians está no Grupo 2 do Campeonato Brasileiro. Além do Timão e do Rio Preto, Centro Olímpico e América-MG completam o quarteto. Somente os dois melhores de cada chave avançam para a próxima fase da competição.

O Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino está na quarta edição. Essa é a primeira vez do Corinthians. São 20 equipes participantes no total.

Veja Mais:

  • Alessandro entrega camisa para Mateus Vital, reforço vindo do Vasco

    Vital é apresentado no Corinthians, vibra com acerto e diz onde prefere aturar

    ver detalhes
  • Tevez recebeu pedido especial após derrota do Boca Juniors

    Em reestreia pelo Boca Juniors, Tevez autografa camisa do Corinthians e ri ao ouvir 'Timão'

    ver detalhes
  • Óscar retornou ao Shanghai Shenhua neste começo de 2018

    Corinthians abriu conversas pela contratação de irmão de Romero; dois fatores inviabilizaram negócio

    ver detalhes
  • Carille comentou treino desta quinta-feira, no CT; domingo tem jogo

    Vital treina pela primeira vez, e Corinthians inicia preparação para enfrentar São Caetano

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes