Acostumado a vencer, Jadson leva quarta derrota em quatro jogos por time chinês

Acostumado a vencer, Jadson leva quarta derrota em quatro jogos por time chinês

Por Meu Timão

Ex-Timão, Jadson ainda não venceu por equipe chinesa

Ex-Timão, Jadson ainda não venceu por equipe chinesa

Foto: Alexandre Vidal/Divulgação

O início da caminhada de Jadson pelo Tianjin Quanjian, da China, não está nada animador. Contratado há menos de um mês, o apoiador do Corinthians hexacampeão brasileiro ainda não sentiu o sabor de uma vitória vestindo a camisa da equipe mandarim. Para piorar, na noite da última terça-feira, ele acumulou sua quarta derrota consecutiva.

Em amistoso disputado na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Vitória não tomou conhecimento do Tianjin e aplicou uma goleada por 5 a 1. Além do confronto ante os baianos, a equipe chinesa acabou superada por XV de Piracicaba (2 a 1), Bragantino (4 a 0) e Taubaté (4 a 2) durante a pré-temporada em Atibaia, no interior de São Paulo. Foram apenas quatro gols marcados e incríveis 15 sofridos.

Após o apito final, Jadson relevou o placar final e projetou uma temporada melhor em solo asiático. “Já esperávamos a derrota hoje, mas tudo será diferente na China. Sabíamos das dificuldades da equipe, mas o Luxemburgo foi contratado para implementar um projeto e estamos aqui para ajudar na evolução da equipe”, analisou.

Curiosamente, Jadson está a um revés de igualar o número de derrotas do Corinthians durante todo o Campeonato Brasileiro – em 38 rodadas, o Timão sofreu apenas cinco derrotas. Além do ex-jogador da agremiação alvinegra, o Tianjin contratou os atacantes Geuvânio (Ex-Santos) e Luis Fabiano (Ex-São Paulo).

Tido como um dos principais jogadores do clube do Parque São Jorge no ano passado, o armador foi comprado por € 5 milhões (R$ 21,2 milhões), valor de sua multa rescisória. Seu contrato tem validade por duas temporadas.

Veja Mais:

  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes