De volta ao gol e à boa forma, Cássio fala sobre liderança, união e treinos

De volta ao gol e à boa forma, Cássio fala sobre liderança, união e treinos

Por Meu Timão

Cássio está pronto para o início de temporada

Cássio está pronto para o início de temporada

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Indo para seu quinto ano no Corinthians, o goleiro Cássio falou de sua importância dentro do elenco. O camisa 12 esteve perto de deixar o Timão neste ano, mas as negociações para o futebol turco acabaram não se concretizando - o clube seria o Besiktas.

"Nossa responsabilidade aumenta, temos jogadores novos, garotos que vão subir da base. É uma situação legal, quando cheguei, recebi muita ajuda, agora estou disposto a ajudar todo mundo. Mostrar como é o dia a dia, como as coisas funcionam no Corinthians. Vamos ter um grupo unido o mais rápido possível", disse Cássio, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Sua "quase" venda lhe rendeu uma partida no banco de reservas, no jogo contra o Atlético-MG. O arqueiro também precisava recuperar a melhor forma física. Cássio comentou sobre a preparação nos EUA e destacou a vontade do time.

"Consegui perder uns quilinhos e chegar num grau muito bom. Muita gente achou que iríamos aos EUA para passear, mas fizemos semanas de trabalho muito boas. A primeira semana fiz em três períodos porque estava um pouco abaixo dos outros, e também lidando com negociações. Os treinos são intensos. Estamos bem felizes. Todo mundo tem muita vontade de ajudar e melhorar", relatou o goleiro.

Após a participação da Florida Cup, as atenções se voltaram a remontagem do elenco. Considerado um dos líderes do elenco, o camisa 12 do Timão cobrou uma postura diferente no time, afirmando que quem está no clube não pode ser considerado "revelação".

"Quem está há mais tempo no clube não pode mais ser tratado como revelação, tem de ter uma postura de liderança também. Temos de manter o Corinthians bem e buscando títulos", exigiu o arqueiro.

A estreia no Campeonato Paulista acontece no próximo domingo, contra o XV de Piracicaba. O primeiro jogo oficial do ano vai ser na Arena Corinthians, às 17h. O goleiro corinthiano também falou do campeonato estadual e manteve seriedade no discurso.

"Vai demorar para se encaixar, é normal, mas pouco a pouco e passo a passo vamos evoluindo. O Campeonato Paulista é bem difícil...O grupo está amadurecido, mas saíram seis jogadores. Tem de ter calma, porque até entrosar pode levar alguns jogos. Vamos sempre trabalhar para ganhar, mas tem de ter paciência também. Para montar o time do ano passado também levou um tempo, caímos na Libertadores. Tudo com calma e paciência. Vamos trabalhar para buscar títulos", completou o goleiro.

Veja Mais:

  • Recuperado de lesão, Balbuena volta a compor zaga com Pablo; dupla terá de parar melhor ataque do Paulista

    Defesa x ataque: Corinthians e São Paulo buscam vitória e equilíbrio em clássico no Morumbi

    ver detalhes
  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes