Perda de jogadores do Corinthians repercute no New York Times

19 mil visualizações 70 comentários

Por Meu Timão

Destaques do Corinthians na conquista do Brasileiro de 2015, Gil, Ralf e Jadson chamaram a atenção do futebol chinês

Destaques do Corinthians na conquista do Brasileiro de 2015, Gil, Ralf e Jadson chamaram a atenção do futebol chinês

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A ida de jogadores brasileiros para a Ásia não tem sido um assunto comentado apenas no Brasil. Uma prova disso é que o tradicional New York Times, dos Estados Unidos, publicou uma matéria nesta segunda-feira abordando as transferências para a China dos atletas que se destacaram no campeonato nacional e citou o Corinthians como o principal prejudicado com esse interesse dos asiáticos.

Com o título “China Is Latest Destination for Brazilian Stars” – “China é o mais recente destino para estrelas brasileiras”, em português -, a matéria mostra que o mercado europeu, que tradicionalmente era o destino dos grandes talentos, hoje já não é mais unânime e divide espaço com o futebol chinês.

“Na melhor liga de futebol desse país, o Brasileirão, os times estão acostumados com telefonemas. Eles os esperam. Agentes e executivos, intermediários e gestores, todos eles estão olhando para fazer um acordo com o maior shopping center do jogo. Mas uma vez que o interesse costumava vir de Madri ou Milão, nos dias de hoje a voz do outro lado da linha, as equipes dizem, é mais provável que sejam de Pequim ou Xangai. E cada vez mais, os pretendentes chineses estão procurando comprar apenas os melhores”, aponta a publicação.

O tradicional periódico norte-americano ressalta que o futebol brasileiro sempre foi um grande exportador de jogadores, mas que atualmente a China vem ganhando espaço principalmente devido aos problemas financeiros do Brasil e de seus clubes.

O primeiro exemplo da ascensão do mercado chinês é o Corinthians. Além de citar as transferências de Gil, Ralf, Renato Augusto e Jadson, a matéria cita o quanto o desmanche pode ter sido prejudicial ao Alvinegro.

“O Corinthians dominou a última temporada, terminando no primeiro lugar por 12 pontos, e o sentimento era de que o título da América do Sul (Libertadores) e o retorno ao Mundial de Clubes fossem possíveis neste ano. Mas isso foi antes da equipe perder oito jogadores”, diz o New York Times, que ainda aborda outras negociações envolvendo brasileiros e diz que as transferências já estão deixando dirigentes preocupados sobre o futuro da Seleção Brasileira, já que Ramires, que havia disputado a última Copa do Mundo, e Renato Augusto e Gil, que estiveram nos planos de Dunga nas últimas partidas, trocaram mercados mais tradicionais pelo rico mercado chinês.

Veja Mais:

  • Giuliano afirmou entender a pressão em Sylvinho, mas saiu em defesa do treinador

    Giuliano fala sobre pressão em cima de Sylvinho e defende treinador do Corinthians

    ver detalhes
  • A equipe sub-23 do Corinthians não tem mais calendário em 2021 após a eliminação no Campeonato Brasileiro de Aspirantes

    Corinthians sub-23 fica sem calendário para o ano; diretoria estuda extinguir a categoria

    ver detalhes
  • Em quatro anos sob contrato com o Corinthians, Marlone disputou 50 jogos e marcou nove gols, um deles candidato ao Prêmio Puskás da Fifa (2016)

    Corinthians sofre bloqueios judiciais por dívida com a Penapolense e fica sem quase R$ 3 milhões

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians pode voltar ao estádio já no mês de outubro

    Governo de São Paulo libera público nos estádios a partir de outubro; CBF marca reunião com clubes

    ver detalhes
  • Time feminino do Corinthians ilustrou o vídeo de divulgação da nova campanha

    Corinthians convoca torcida feminina para canto inédito; ação faz parte de lançamento da nova camisa

    ver detalhes
  • Matheus Alexandre foi emprestado pelo Corinthians até o final de 2021

    Corinthians acerta empréstimo de Matheus Alexandre para o Coritiba

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x