Perda de jogadores do Corinthians repercute no New York Times

A ida de jogadores brasileiros para a Ásia não tem sido um assunto comentado apenas no Brasil. Uma prova disso é que o tradicional New York Times, dos Estados Unidos, publicou uma matéria sobre o tema
Destaques do Corinthians na conquista do Brasileiro de 2015, Gil, Ralf e Jadson chamaram a atenção do futebol chinês

Destaques do Corinthians na conquista do Brasileiro de 2015, Gil, Ralf e Jadson chamaram a atenção do futebol chinês

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A ida de jogadores brasileiros para a Ásia não tem sido um assunto comentado apenas no Brasil. Uma prova disso é que o tradicional New York Times, dos Estados Unidos, publicou uma matéria nesta segunda-feira abordando as transferências para a China dos atletas que se destacaram no campeonato nacional e citou o Corinthians como o principal prejudicado com esse interesse dos asiáticos.

Com o título “China Is Latest Destination for Brazilian Stars” – “China é o mais recente destino para estrelas brasileiras”, em português -, a matéria mostra que o mercado europeu, que tradicionalmente era o destino dos grandes talentos, hoje já não é mais unânime e divide espaço com o futebol chinês.

“Na melhor liga de futebol desse país, o Brasileirão, os times estão acostumados com telefonemas. Eles os esperam. Agentes e executivos, intermediários e gestores, todos eles estão olhando para fazer um acordo com o maior shopping center do jogo. Mas uma vez que o interesse costumava vir de Madri ou Milão, nos dias de hoje a voz do outro lado da linha, as equipes dizem, é mais provável que sejam de Pequim ou Xangai. E cada vez mais, os pretendentes chineses estão procurando comprar apenas os melhores”, aponta a publicação.

O tradicional periódico norte-americano ressalta que o futebol brasileiro sempre foi um grande exportador de jogadores, mas que atualmente a China vem ganhando espaço principalmente devido aos problemas financeiros do Brasil e de seus clubes.

O primeiro exemplo da ascensão do mercado chinês é o Corinthians. Além de citar as transferências de Gil, Ralf, Renato Augusto e Jadson, a matéria cita o quanto o desmanche pode ter sido prejudicial ao Alvinegro.

“O Corinthians dominou a última temporada, terminando no primeiro lugar por 12 pontos, e o sentimento era de que o título da América do Sul (Libertadores) e o retorno ao Mundial de Clubes fossem possíveis neste ano. Mas isso foi antes da equipe perder oito jogadores”, diz o New York Times, que ainda aborda outras negociações envolvendo brasileiros e diz que as transferências já estão deixando dirigentes preocupados sobre o futuro da Seleção Brasileira, já que Ramires, que havia disputado a última Copa do Mundo, e Renato Augusto e Gil, que estiveram nos planos de Dunga nas últimas partidas, trocaram mercados mais tradicionais pelo rico mercado chinês.

Perda de jogadores do Corinthians repercute no New York Times Perda de jogadores do Corinthians repercute no New York Times 84

Veja Mais:

  • Reforço vai ao CT do Timão pela primeira vez; veja foto

    Reforço vai ao CT do Timão pela primeira vez

    ver detalhes
  • A caminho da Espanha, Luciano se despede da Fiel em rede social

    A caminho da Espanha, Luciano se despede da Fiel em rede social

    ver detalhes
  • Aos 17 anos, Léo Santos participará dos primeiros treinos de Tite na Seleção

    Zagueiro do Corinthians é convocado para treinos da Seleção de Tite

    ver detalhes
  • Marlone e Bruno Paulo foram observados por Cristóvão no treinamento desta quarta; apenas o primeiro deve ser titular contra a Ponte

    À espera de reforços, Corinthians faz treino com Marlone e reservas no CT

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes