Depois de organizada, Corinthians também é punido por sinalizadores na Copinha

Depois de organizada, Corinthians também é punido por sinalizadores na Copinha

Organizada e Corinthians foram punidos por sinalizadores na Copinha

Organizada e Corinthians foram punidos por sinalizadores na Copinha

Foto: Denny Cesare / Agência Corinthians

Não foi somente a Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Timão, que levou punição pelo uso de sinalizadores na final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Nesta terça-feira, o clube também foi penalizado.

O Corinthians foi punido em R$ 10 mil por conta dos sinalizadores que foram levados ao Pacaembu. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP).

O departamento jurídico do Timão usou como defesa o fato de não ser mandante do jogo, ou seja, não ter responsabilidade em relação a segurança do estádio. O comitê disciplinar, no entanto, não aceitou e aplicou a pena.

Os sinalizadores foram usados durante a final entre Corinthians e Flamengo, no Pacaembu, na Copa São Paulo, no último dia 25 de janeiro. É válido lembrar que esses sinalizadores não são os mesmos que causaram a morte do jovem boliviano, na Libertadores de 2013. É um tipo diferente, que apenas solta fumaça.

Mesmo assim, o artefato é proibido e rendeu punições. A Gaviões da Fiel também foi punida e está proibida de entrar em jogos por 60 dias.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes