Conmebol acaba com taxa de 10% e aumenta prêmio da Libertadores

Conmebol acaba com taxa de 10% e aumenta prêmio da Libertadores

Por Lucas Mariano

30 mil visualizações 179 comentários Comunicar erro

Arena lotada na Libertadores renderá maior receita ao Corinthians em 2016

Arena lotada na Libertadores renderá maior receita ao Corinthians em 2016

Meu Timão

A Conmebol anunciou recentemente mudanças nos repasses que são feitos aos participantes da Copa Libertadores. Cedendo à pressão dos clubes, a confederação não cobrará mais a taxa de 10% da receita bruta da bilheteria de todos os jogos e dobrará o valor que cada equipe recebe por jogar em casa.

Até 2015, a entidade responsável pela realização do torneio continental cobrava 10% da renda bruta da bilheteria de cada clube, taxa que era considerada abusiva e um dos principais alvos de mudanças dos dirigentes. O Corinthians, por exemplo, deixou de ganhar aproximadamente R$ 1,3 milhão por ter que repassar a taxa de quatro jogos disputados em casa na edição de 2015, na qual foi eliminado nas oitavas de final.

Além da eliminação do repasse, o valor pago para partidas em casa durante a fase de grupos, que antes de era 300 mil dólares, será de 600 mil dólares, o que corresponde a aproximadamente R$ 2,4 milhões na cotação atual.

De acordo com comunicado publicado no site da Conmebol, a melhora para os clubes corresponde a uma distribuição total de mais de 70% da receita dos contratos de transmissões, publicidade e patrocínio. Além disso, a entidade ainda afirmou que as medidas respondem à solicitação feita pelos participantes no fim de janeiro.

O pedido que a confederação se refere foi feito pela liga formada pelos principais times sul-americanos, que se encontraram em janeiro para propor mudanças. O Corinthians não participou da reunião, assim como o Atlético-MG, mas é considerado um grande aliado dos demais clubes. Além dos brasileiros, formam a liga dirigentes do Peñarol, Nacional e River Plate (Uruguai); Boca Juniors, River Plate, San Lorenzo e Racing (Argentina); Universidad de Chile, Colo Colo e Universidad Católica (Chile); Olimpia e Cerro Porteño (Paraguai); Sporting Cristal e Club Melgar (Peru); e LDU (Equador).

Antes das mudanças serem anunciadas, o Corinthians criticava abertamente os valores pagos pela Libertadores. Inclusive, o ex-superintendente de futebol, Andrés Sanchez, chegou a fazer declarações ameaçando tirar o clube do torneio.

Confira o que o Corinthians deixou de ganhar com a taxa de 10% cobrada pela Conmebol em 2015:

Corinthians 2 x 0 São Paulo – Renda de R$ 3.528.236,00
Taxa de 10% repassada à Conmebol: R$ 352.823,6

Corinthians 4 x 0 Danubio (URU) – Renda de R$ 3.329.516.50
Taxa de 10% repassada à Conmebol: R$ 332.951,65

Corinthians 0 x 0 San Lorenzo (ARG) – Renda de R$ 3.283.955,00
Taxa de 10% repassada à Conmebol: R$ 328.395,5

Corinthians 0 x 1 Guaraní (PAR) - Renda de R$ 3.327.731,50
Taxa de 10% repassada à Conmebol: R$ 332,773,15

Total repassado em quatro jogos: R$ 1.346.943,90

Veja Mais:

  • Léo Santos está de volta ao time titular; Corinthians busca primeira vitória após volta de Carille

    Carille saca Marllon e define Corinthians para jogo contra Guarani

    ver detalhes
  • Dirigentes do Timão e executivos do BMG formalizaram parceria que vai além de patrocínio

    Corinthians e BMG detalham parceria e adiantam: 'Valor é incalculável'

    ver detalhes
  • Andrés falou sobre possíveis reforços para sequência da temporada alvinegra

    Andrés atualiza status de negociações e fala em 'grande surpresa' se bater meta do patrocinador

    ver detalhes
  • Mauro Boselli (foto) foi apresentado à Fiel junto com Manoel no último domingo, na Arena

    Boselli e Manoel são inscritos no Paulistão; lista atualizada do Corinthians tem 21 nomes

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes