Com quatro gols, Casagrande estreava no Corinthians há 34 anos

Com quatro gols, Casagrande estreava no Corinthians há 34 anos

Por Meu Timão

Raçudo, Casagrande se destacou em campo e fora dele ao ser um dos principais jogadores da Democracia Corinthiana

Raçudo, Casagrande se destacou em campo e fora dele ao ser um dos principais jogadores da Democracia Corinthiana

Foto: Divulgação

Há exatos 34 anos, Walter Casagrande Junior, o famoso Casagrande, fazia sua estreia com a camisa do Corinthians. Com mais de 100 gols marcados, o atacante caiu nas graças da torcida, foi um dos principais jogadores da Democracia Corinthiana e entrou para a história como um dos maiores ídolos do clube.

Revelado no terrão do clube do Parque São Jorge, Casagrande foi emprestado ao Caldense (MG), em 1981, pouco tempo depois de ter sido profissionalizado, após ter um desentendimento com o treinador Oswaldo Brandão.

De volta em 1982, Casão enfim fez sua estreia pelo Corinthians no dia 3 de fevereiro e surpreendeu ao anotar quatro gols na vitória por 5 a 1 contra o Guará (DF). Conquistou no mesmo ano e no ano seguinte os títulos do Campeonato Paulista pelo Alvinegro, mas ficou ainda mais marcado por ter sido um dos principais articuladores da “Democracia Corinthiana”, o maior movimento ideológico do futebol brasileiro.

Convocado para a Copa do Mundo de 1986, Casagrande despertou o interesse do futebol europeu e foi para o Porto, de Portugal. No entanto, foi na Itália que mais uma vez fez sucesso, defendendo o Ascoli e o Torino.

Em 1993, o centroavante voltou ao Brasil para defender o Flamengo. No reencontro com o Corinthians, um dos episódios mais marcantes: o atleta foi recebido pela torcida alvinegra com os gritos “Doutor, eu não me engano, o Casagrande é corinthiano" e “Volta, Casão, teu lugar é no Timão”.

O pedido foi atendido e no ano seguinte Casagrande voltou ao clube que o revelou, alcançando a marca de 256 jogos e 103 gols marcados com a camisa do Timão.

Veja Mais:

  • Guilherme pode perder clássico em Itaquera

    Opção no sábado, Guilherme vira preocupação para Dérbi; goleiro retorna

    ver detalhes
  • Camacho vai ficar com a família no Rio de Janeiro

    Após perder o pai, Camacho é liberado e está fora do clássico contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Jadson atuou por cerca de 45 minutos e tem chances de pegar o Palmeiras

    Jadson é titular em jogo-treino do Corinthians, mostra desenvoltura e pode ser opção no clássico

    ver detalhes
  • Camacho e o pai Anizio Camacho

    Acidente em casa tira vida de pai de Camacho; mãe e irmão do jogador são hospitalizados

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes