Depois de Gaviões, organizada do Palmeiras também se manifesta contra FPF e alerta para risco

40 mil visualizações 175 comentários

Por Meu Timão

Organizada do Palmeiras teme encontro fatal entre corinthianos e palmeirenses

Organizada do Palmeiras teme encontro fatal entre corinthianos e palmeirenses

Felipe Lobo/Trivela

A insatisfação com a Federação Paulista de Futebol não é exclusividade da Gaviões da Fiel. A Mancha Verde, principal organizada do Palmeiras, também publicou em suas redes sociais nota de repúdio à entidade. A preocupação da torcida rival é que haja confronto entre torcedores, devido à imprudência da FPF.

Na torcida organizada do Corinthians, a principal reclamação é a punição à torcida após o uso de sinalizadores na final da Copa São Paulo - enquanto denúncias mais sérias de corrupção e escândalos que envolvem a federação. No Palmeiras, a preocupação é com a negligência da entidade para um possível confronto entre torcedores.

Isso porque Corinthians e Palmeiras mandam jogos nesta quinta-feira, na capital. O Corinthians vai à Osasco, onde enfrentará o Audax às 19h30. E o Palmeiras recebe o São Bento, no Allianz Parque, às 21h. O acesso aos jogos divide a mesma linha de transporte pública: os trens e metrôs que se encontram na estação Barra Funda do Metrô e há risco de confrontos entre torcedores.

Normalmente culpadas pelos episódios de violência, algumas das TOs manifestaram o pedido de mudança da data. Segundo a Mancha Verde, o assunto foi tratado com deboche dentro da FPF. Por isso, em sua nota de repúdio, a torcida rival acusa a federação de servir aos desmandos da TV, e é dura nas críticas à cúpula que comanda a entidade.

O lobby anti-organizadas, encabeçada pelo promotor Paulo Castilho, é tão intenso que conseguiu o que parecia impossível: unir os adversários. Segundo apurou o MEU TIMÃO, dirigentes das torcidas tem conversado e cogitam se manifestar de forma coletiva contra a instituição que comanda o futebol paulista, na terceira rodada do Campeonato Paulista.

Confira a nota de repúdio à FPF

NOTA DE REPUDIO A FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL

Amanhã (04/02) talvez pode ser a data que a Federação Paulista tanto sonhou para punir as organizadas.

Dois jogos na grande São Paulo, com 1h30m de diferença entre as partidas, com as duas maiores torcidas de São Paulo usando os mesmos transportes públicos, avenidas e rodovias de acesso.

Agora vem a pergunta que não quer calar...

Uma cota de televisão é mais importante que a vida de todos os torcedores que frequentam estádios?

Porquê nenhum dos dois jogos será realizado hoje (03/02) na capital, sendo que NENHUM dos grandes de São Paulo jogam aqui hoje?

É inadmissível colocar jogos no mesmo dia, onde envolve Palmeiras x Corinthians, a maior rivalidade do Brasil e uma das maiores do mundo.

O estádio do Pacaembu fica próximo a estação Palmeiras Barra Funda, sendo que essa mesma estação é passagem OBRIGATÓRIA para quem vai para Osasco, onde o Corinthians irá jogar.

Sabendo desse risco, em reunião preparatória no 2º Batalhão de Choque, onde todos os órgãos de segurança, torcidas e inclusive a federação Paulista participam, foi manifestado por TODOS total indignação quanto a essa rodada de amanhã.

Mesmo assim, o Sr. Roberto (Vice- Presidente Jurídico da FPF) em tom de deboche e ironia, disse que não tinha a possibilidade de mudar a data de uma das duas partidas e se baseou em um acordo de gaveta assinado no Ministério Publico.

Sr. Roberto, gostaríamos de deixar bem claro uma coisa.

Os acordos existem, somos homens e sempre procurados cumprir. Porem, mediante a um encontro entre as duas torcidas, nenhum acordo irá conseguir segurar essas duas massas.

A tabela do campeonato Paulista é divulgada com meses de antecedência e cabe a vocês analisar as rodadas, trajetos e todos os outros pontos para a realização de um campeonato.

Se nós das torcidas fazemos isso, porquê vocês que são remunerados (e muito bem remunerados por sinal) são incompetentes e não fazem isso?

Senhor, passe a prezar pela segurança de todos e não por um papel assinado que está no fundo de uma gaveta.

Esse papel, não vai trazer a vida de nenhum torcedor de volta se houver um encontro.

Esse papel, não vai secar as lágrimas de uma mãe no hospital.

E esse papel não vai garantir a paz entre duas torcidas.

Ao ministério publico e Sr. Paulo Castilho que foram a mídia falar que vão investigar a Mancha por 'cambismo'.

As portas estão abertas para essa investigação.

Mas, gostaríamos que também houvesse uma investigação sobre a federação paulista e sua cúpula sobre o dinheiro das cotas de televisão.

Pois no futebol desse país quem manda é uma emissora de Tv.

E a partir do momento que a vida das pessoas é colocada em segunda plano, pra uma emissora ter o direito de transmitir algum jogo, é porque algo está errado!

E também gostaríamos de saber porquê o senhor promotor só aparece pra falar quando acontece uma guerra e fica uma marca de sangue entre as torcidas?

Porque o promotor e o ministério público não procurou intervir e pediu a mudança de data de uma das duas partidas?

Talvez porquê isso não traz mídia nem fama, né?

Entendemos que vocês querem se promover apenas com tragédias!

Isso lembra muito um ladrão chamado Fernando Capez, que conseguiu um grande cargo politico através das torcidas organizadas e agora que veio a tona que ele rouba merenda das crianças, ele se mantem calado.

Enfim... o cerco para as organizadas está armado.

Nós da Mancha Verde iremos fazer de tudo para que a ida e a volta de todos seja em paz.

Porém, o risco existe e é grande...

Diretoria

Mancha Alvi Verde

Veja Mais:

  • Meia não foi relacionado por Sampaoli nos jogos do Brasileirão

    Corinthians encaminha acerto com Romulo Otero do Atlético Mineiro

    ver detalhes
  • Meia tem muita moral no Chile e é visto como grande promessa do país

    Jornais do Chile repercutem gol e assistência de Araos pelo Corinthians; veja alguns tuítes

    ver detalhes
  • Luan ainda não convenceu a torcida do Corinthians

    Tiago Nunes banca Luan como titular do Corinthians após ausência em estreia no Brasileirão

    ver detalhes
  • Timão espera contar com Gil no segundo compromisso do Brasileirão

    Corinthians trabalha por liberação de dupla para próximo jogo no Campeonato Brasileiro

    ver detalhes
  • O que ainda te mantém em pé após mais um revés, corinthiano?

    [Ana Paula Araújo] O que ainda te mantém em pé após mais um revés, corinthiano?

    ver detalhes
  • Corinthians e Fortaleza se enfrentarão em uma quarta-feira

    CBF altera data e horário de jogo do Corinthians contra o Fortaleza no Brasileirão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: