Roberto de Andrade revela 'bronca' de Tite por comemoração antecipada na Libertadores de 2012

Roberto de Andrade revela 'bronca' de Tite por comemoração antecipada na Libertadores de 2012

Por Meu Timão

Tite deu bronca, mas só depois que viu que era Roberto de Andrade

Tite deu bronca, mas só depois que viu que era Roberto de Andrade

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O presidente Roberto de Andrade entregou, nesta sexta-feira, uma placa comemorativa a Tite pelos 350 jogos que o treinador completará no comando do Corinthians neste domingo e, em tom descontraído, relembrou a “bronca” que tomou do técnico na final da Libertadores de 2012. O motivo: ele e o então presidente Mário Gobbi estavam comemorando antes de o jogo acabar.

“Uma coisa que eu achei muito engraçada. Foi uma bronca que eu e o presidente Mario Gobbi levamos na final da Libertadores. Já éramos campeões, faltava uma volta de relógio ou mais, nos abraçamos e comemoramos o título, normal. Na hora que a gente fez isso, ele (Tite) deu um berro com a gente e perguntou porque estava fazendo aquilo se o jogo nem tinha acabado. É um fato marcante, eu to falando com toda a simplicidade, mas teve palavrão e tudo”, revelou Roberto de Andrande, que na época era diretor de futebol.

Sempre respeitoso com seus adversários, Tite se justificou dizendo que é contra a comemoração antecipada citando a histórica partida entre Manchester United e Bayern de Munique, na qual o time de Manchester virou o jogo marcando dois gols nos acréscimos e conquistou o título da Liga dos Campeões de 1998/1999.

“Antes disso eu quero lembrar do Fergunson que levantou do banco para parabenizar o Bayern, pois estava perdendo e já faltava pouco tempo. Foi lá e "PUF" o Manchester fez o gol, e depois acabou virando e sendo campeão. É do jogo, eu não vi que era 47, 48, eu não tinha visto quem chegou, ai eu ouvi no fundo o pessoal gritando 'Parabéns, Parabéns' e eu ' Parabéns porra nenhuma'. Quando eu vi que era o presidente, tive que mudar o tom de voz”, disse Tite, confessando que não sabia que realmente faltava muito pouco para o jogo terminar.

O Corinthians garantiu o título inédito da Libertadores ao vencer o Boca Juniors, por 2 a 0, no Pacaembu. No primeiro jogo, o Timão havia empatado com os argentinos, por 1 a 1, na Bombonera.

Veja Mais:

  • Paulo Roberto e Danilo treinaram com bola nesta terça e estão à disposição para pegar Grêmio

    Volta de Paulo Roberto, susto de Pedrinho e possível escalação: o treino do Corinthians

    ver detalhes
  • Gabriel está de volta ao Corinthians após cumprir suspensão

    Trio volta, e Corinthians relaciona 24 jogadores para enfrentar Grêmio; veja lista

    ver detalhes
  • Corinthians venceu o Paulistão no começo do ano

    Corinthians conhece adversários de grupo do Campeonato Paulista de 2018; veja as chaves

    ver detalhes
  • Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, resolveu pressionar a arbitragem

    Presidente do Grêmio pressiona arbitragem antes do duelo com o Corinthians: 'careca vagabundo'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes