Olivetto relembra Democracia Corinthiana e confia em time forte para o Brasileiro

Criador do nome 'Democracia Corinthiana', publicitário relembra época e revela expectativas para 2016
Washington Olivetto foi o criador do nome 'Democracia Corinthiana'

Washington Olivetto foi o criador do nome 'Democracia Corinthiana'

Foto: Divulgação

Criador do nome “Democracia Corinthiana”, dado ao que ficou conhecido como maior movimento ideológico do futebol brasileiro, Washington Olivetto relembrou a época que os jogadores do Corinthians fizeram história e contou suas expectativas para time neste ano, sem confiar muito na Libertadores, mas mostrando otimismo para o Campeonato Brasileiro.

Vice-presidente de marketing do clube nos anos 80, período no qual Sócrates, Casagrande e Wladimir iniciaram uma revolução no Corinthians, Olivetto relembrou o quanto foi importante a manifestação de opinião dos jogadores da época para que o time entrasse para a história.

“Naquela época, o time do Corinthians era absolutamente brilhante, mas existia um time que ainda estava um pouco melhor, que era o Flamengo - de Zico, Adilio, Paulo César Carpegiani, Junior e tal. Passaram-se os anos, o time da Democracia Corinthiana virou Filme, documentário, livro no mundo inteiro, enfim, muito mais que o time do Flamengo que era melhor. Porque era futebol, mas não era só futebol, era comportamento”, disse o publicitário, ao ser questionado se sentia-se frustrado devido à isenção de opinião de grande parte dos jogadores atualmente.

“Ai você me pergunta hoje, eu acho tudo e qualquer radicalismo muito chato, eu acho que o jogador de futebol, só jogador de futebol , é muito chato”, completou Washington em entrevista ao programa Mariana Godoy Entrevista, da RedeTV!.

Corinthiano fanático, Olivetto também comentou sobre o atual momento do Corinthians. Devido à reformulação que a equipe sofreu neste início de ano, ele mostrou não acreditar no bicampeonato da Libertadores, mas confia que é possível conquistar o hepta do Brasileiro.

“O que acontece é o seguinte, o Corinthians foi desmontado e para você ganhar a Libertadores existe uma coisa muito importante chamada pré-temporada, e o time do Corinthians que vai jogar a Libertadores não é um time que fez a pré-temporada. Então por mais competente que seja o Tite, é muito difícil ganhar a Libertadores. Eu acho que o Tite vai tentar fazer, passar na primeira fase naquele 1 a 0 e tal, e tentar montar uma equipe para disputar. Mas para o Brasileiro eu não tenho dúvida que o Corinthians pode entrar forte”, explicou Olivetto.

Olivetto relembra Democracia Corinthiana e confia em time forte para o Brasileiro Olivetto relembra Democracia Corinthiana e confia em time forte para o Brasileiro 67

Veja Mais:

  • Clube social acumula dívidas de quase R$ 99 milhões em cinco anos

    Corinthians tem prejuízo pelo quinto ano consecutivo com clube social

    ver detalhes
  • Empate do Corinthians permitiu que terceiro e quarto colocados encostassem

    Grêmio e Santos vencem e ficam na cola do Corinthians; veja a classificação atualizada

    ver detalhes
  • Alexandre Pato pode, enfim, dar adeus definitivo ao Corinthians

    Jornais espanhóis apontam acerto próximo para ida de Alexandre Pato ao Villarreal

    ver detalhes
  • Fiel critica empréstimo de Maycon para a Ponte Preta

    Titular, gol e 'comendo' a bola: começo de Maycon na Ponte Preta revolta corinthianos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes