Manifestação da torcida corinthiana ganha apoio de atletas do Bom Senso FC

Manifestação da torcida corinthiana ganha apoio de atletas do Bom Senso FC

Por Meu Timão

Bom Senso lança campanha pedindo que o direito de fazer manifestações não seja violado

Bom Senso lança campanha pedindo que o direito de fazer manifestações não seja violado

Foto: Reprodução TV

A torcida corinthiana ganhou mais um aliado em seus protestos: o Bom Senso Futebol Clube. O movimento que luta por melhoras no futebol lançou nesta quarta-feira a campanha chamada #LiberaFaixa, que tem como objetivo manter o direito de liberdade de expressão preservado.

O Bom Senso F.C. divulgou em sua página do Facebook os motivos da criação da campanha e pediu a mobilização dos torcedores para evitar a censura no futebol. Por meio do site www.liberafaixa.com, as pessoas podem enviar uma mensagem destinada a Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, Marcos Marinho, diretor do departamento de segurança, e aos canais de ouvidoria e imprensa da entidade.

“Garantam nosso direito de protestar nos estádios! Os episódios recentes de censura à livre manifestação de torcedores dentro dos estádios de forma pacífica mostram que esse direito não tem sido respeitado. Pelo contrário, faixas de protesto são retiradas e a censura é praticada pela PM, sob a orientação da FPF.

Precisamos mais do que simples declarações dizendo que não impedirão a livre manifestação dos torcedores nos estádios de futebol. Queremos medidas concretas que garantam o direito de protestar desse domingo em diante.”, diz a mensagem, fazendo referência aos recentes episódios envolvendo a torcida do Corinthians.

A torcida corinthiana vem sofrendo repressão da Polícia Militar por ter levado faixas contendo críticas a federações, dirigentes, políticos e à TV Globo.

Veja o comunicado do Bom Senso F. C:

Respeitável torcedor(a), infelizmente, a liberdade de protestar nos estádios está em jogo. Nos últimos dias, o Brasil inteiro testemunhou a censura contra torcedores impedidos de se manifestar livre e pacificamente com faixas que faziam críticas à Federações Paulista de Futebol (FPF), à Rede Globo, ao preço dos ingressos e à corrupção na política.

Todo torcedor - não importa o time - também é cidadão e deve ter seu direito à liberdade de expressão preservado. O estádio é um local público e não só pode, como deve, ser palco de reivindicações da sociedade. Por isso, criamos essa campanha para exigir que a FPF garanta o direito à livre manifestação nos estádios e puna dirigentes e entidades que o desrespeitem.

Quanto mais pessoas clicarem no link acima e enviarem à FPF o nosso grito - Liberem as faixas! - mais chances temos de garantir que a voz das arquibancadas não seja calada.

Embora a FPF já tenha declarado recentemente que não impedirá a livre manifestação nos estádios, isso não está acontecendo na prática. Precisamos mais do que uma declaração formal. Queremos ações concretas que preservem esse direito, válido não só aos torcedores, mas também a jogadores, árbitros e dirigentes

Nós do Bom Senso Futebol Clube temos lutado com a ajuda de torcedores de todo o país pela transparência e democracia no futebol brasileiro. O maior patrimônio cultural do país tem passado por sua pior crise e, nesse momento, calar o torcedor é a ultima coisa que precisamos para que as mudanças aconteçam de fato.

Veja Mais:

  • Diversos torcedores não conseguiram efetuar a troca de ingressos

    Com fila absurda e nova confusão, torcida do Corinthians esgota ingressos para final da LNF

    ver detalhes
  • Oswaldo negou que seus treinos sejam repetitivos

    Oswaldo volta a sinalizar escalação do Corinthians em coletivo e explica semana de treinos

    ver detalhes
  • Jô está de férias e só volta ao CT Joaquim Grava em janeiro

    Jô é liberado pelo Corinthians para férias e não aparece no CT nesta sexta

    ver detalhes
  • Corinthians fará sua terceira participação na Florida Cup

    Participante desde primeira edição, Corinthians tem benefício financeiro na Florida Cup

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes