'Príncipe' na Arábia, meia lamenta fracasso em negociação com Timão: 'Senti vontade de ir sim'

'Príncipe' na Arábia, meia lamenta fracasso em negociação com Timão: 'Senti vontade de ir sim'

Por Meu Timão

Carlos Eduardo é tido como ídolo na Árabia Saudita

Carlos Eduardo é tido como ídolo na Árabia Saudita

Foto: Reprodução/Instagram

O Corinthians balança até mesmo aqueles jogadores que não chegaram a vestir a camisa alvinegra. No mesmo dia em que Jonathan lembrou detalhes de sua negociação com o Timão, foi a vez de outro entrevistado falar "com os olhos brilhando" sobre a oportunidade de vestir a camisa alvinegra. O meia Carlos Eduardo, do Al Hilal, não poupou elogios ao clube do Parque São Jorge.

Em entrevista publicada no Globoesporte.com, Carlos Eduardo lamentou não ter conseguido acertar com o Timão na última janela de transferências. O jogador recebeu proposta do Corinthians, mas o Al Hilal, que briga pelos principais títulos da Árabia Saudita, não liberou o atleta. Na última semana, o meia, que já é tido como ídolo no país, conquistou a Crown Prince Cup. Sua equipe é vice-líder da Liga Nacional.

"Deu uma balançada, claro. Teve o interesse do Corinthians, e senti vontade de ir sim. Mas não dependia da minha vontade, mas do clube aqui. Sabia que não dependeria que seria difícil ser liberado. Estamos na briga pelo título (da Liga Nacional), acho que seria quase impossível. Mas fiquei muito feliz pelo interesse", afirmou.

" Hoje estou mais maduro e experiente. Joguei no Fluminense com 18, 19 anos. Era muito novo. Mas hoje me sinto muito bem para voltar e jogar em um grande clube. O melhor de tudo é saber que o trabalho está sendo reconhecido. E até pelo clube que veio atrás, o Corinthians. O interesse foi real e fiquei muito feliz por isso", completou.

Carlos Eduardo tem 26 anos e "estourou" no futebol brasileiro pelo Fluminense em 2009. Desde então, passou por clubes portugueses e franceses. O Al Halil, em 2015, pagou 7 milhões de euros (R$ 30 milhões) para tirá-lo do Nice. A intenção de Tite e diretoria era ter Carlos Eduardo como um dos substitutos para os meias Jadson e Renato Augusto, que trocaram o Timão pelo futebol chinês.

Veja Mais:

  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade concedeu entrevista nesta segunda no Parque São Jorge

    Após se livrar de impeachment, Roberto de Andrade sugere tentativa de golpe no Corinthians

    ver detalhes
  • Rodriguinho deve ser uma das opções para o Corinthians no BR-17

    Corinthians tem Chape e clássicos logo no começo; veja a tabela completa do BR-17

    ver detalhes
  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes