'Fã de Tite', meia comemora integração com elenco e projeta crescimento do Timão

'Fã de Tite', meia comemora integração com elenco e projeta crescimento do Timão

Por Meu Timão

Giovanni Augusto conversou com a imprensa após o treino desta segunda

Giovanni Augusto conversou com a imprensa após o treino desta segunda

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O meia Giovanni Augusto tem motivos de sobra para comemorar neste início de temporada. Contratado há menos de um mês, o armador pôde marcar o gol que garantiu o empate por 2 a 2 do Corinthians com a Ferroviária, no último domingo, em Araraquara. Em entrevista coletiva, o camisa 17 exaltou o trabalho desempenhado pelo técnico Tite.

“Eu era fã do Tite antes de trabalhar com ele. Agora, sou mais ainda, pela entrega, pela inteligência. Ele vive 100% o futebol. Ele dá tudo o que a gente precisa sobre o adversário, pontos fortes, pontos fracos. Tenho certeza que esse ano só coisas boas vão acontecer”, afirmou Giovanni Augusto, principal vítima das brincadeiras do elenco no retorno a São Paulo.

“Na volta da viagem brincamos bastante que foi um gol sem querer. A bola bateu em mim e entrou. Mas tem um ditado no futebol de que não existe gol feio. Feio é não fazer gol”, contou o meia. “Nosso grupo é muito focado e unido. Procuramos conversar, sempre respeitando um ao outro. Temos de buscar nosso espaço. Quem chegou agora tem a responsabilidade de entrar no lugar daqueles que foram embora, mas temos de fazer por onde”.

Giovanni fez apenas seu quarto jogo pelo Timão. Escolhido para substituir Jadson, que se transferiu ao Tianjin Quanjian, da China, o apoiador soma três vitórias e um empate – aproveitamento superior a 83%. Apesar do pouco tempo de “casa”, ele afirmou estar preparado para corresponder às expectativas da comissão técnica corinthiana e da torcida alvinegra.

“Vamos pegando a confiança e o entrosamento nos treinos. O Tite conversa bastante com a gente, nos deixa tranquilos. Temos de respeitar o momento de cada um, isso é o mais importante. São muitos jogos, vai ter espaço para todo mundo jogar. O Tite sabe o que está fazendo. Na hora certa, nossa equipe vai crescer e vamos fazer bons jogos”, ressaltou o jogador, que deixou de lado o fato de Tite dar prioridade a atletas como Romero, Rodriguinho e Danilo – após a reformulação da equipe, o trio passou ser titular sob a tutela do comandante.

“Eu acho que o mais importante é nossa equipe se fortalecer. Sabemos que são muitos jogos, vários campeonatos, e precisamos ter um elenco muito forte. O importante é se preparar para corresponder à altura. É justo aqueles que estão mais tempo estarem jogando. Temos de procurar buscar o espaço e fazer o melhor”, justificou.

O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira, diante do São Bento, às 21h45 (de Brasília), em Sorocaba, pelo Campeonato Paulista. A tendência é de que Tite mescle o time para dar chance aos novatos, casos de Guilherme, André e, inclusive, Giovanni Augusto. Por outro lado, o técnico não poderá contar com Elias, lesionado. Sincero, o meia evitou falar sobre a titularidade e deixou a “dor de cabeça” para o professor.

“O mais importante de tudo é estar feliz no seu trabalho. Quando cheguei ao Corinthians, parecia que estava aqui desde o ano passado. Todo mundo me recebeu muito bem. Isso facilitou bastante a adaptação. Estou muito feliz e espero cada vez mais ganhar meu espaço”, finalizou.

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes