Após fim da parceria, Corinthians esconde placas publicitárias da Caixa no CT Joaquim Grava

Após fim da parceria, Corinthians esconde placas publicitárias da Caixa no CT Joaquim Grava

Por Meu Timão

10 mil visualizações 83 comentários Comunicar erro

Tite ao lado do filho, Matheus Bachi, em treino do Timão

Tite ao lado do filho, Matheus Bachi, em treino do Timão

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O Corinthians tomou a "primeira medida" após o fim da parceria com a Caixa. No treinamento desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, jornalistas presentes no local puderam ver cobertas as placas publicitárias que outrora estampavam a marca do banco estatal. Os uniformes de treino da equipe também não constam mais com o logo da ex-patrocinadora.

Na noite da última quarta-feira, em jogo contra o São Bento, em Sorocaba, pelo Paulistão, o Corinthians utilizou o uniforme com o logo da Caixa no peito. A tendência é o mesmo não se repetir na partida do próximo sábado, contra o Oeste, na Arena.

Corinthians e Caixa romperam o patrocínio após cinco temporadas de parceria. O banco estatal assinou com o Timão em 2012, após a conquista da Libertadores, e teve como primeiro grande triunfo à frente do uniforme alvinegro o título do Mundial de Clubes daquele ano.

Veja Mais:

  • Boselli marcou seu segundo gol com a camisa do Corinthians na noite desta quarta-feira

    Boselli e Vital desencantam, Corinthians bate a Chapecoense e avança de fase na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Gramado vinha sendo alvo de críticas, mas demonstrou melhora após período sem jogos

    Corinthians cancela reforma prevista para o gramado da Arena

    ver detalhes
  • Taça do tricampeonato paulista foi eternizada na perna esquerda do atacante

    Gustagol eterniza tri do Paulistão com tatuagens da taça e de sua comemoração típica; veja imagens

    ver detalhes
  • Clayson fará seu jogo de número 100 com a camisa do Corinthians

    Clayson recebe homenagem pelos 100 jogos antes de entrar em campo contra a Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes