André cita concorrência de meias no Timão, mas destaca: 'Só tem eu com minha função'

André cita concorrência de meias no Timão, mas destaca: 'Só tem eu com minha função'

Por Meu Timão

Em seu segundo jogo como titular do Timão, André anotou o primeiro gol

Em seu segundo jogo como titular do Timão, André anotou o primeiro gol

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O atacante André dá indícios de que está em alta no Corinthians. Um dia após balançar as redes pela primeira vez com a camisa do Timão, o jogador declarou ser o único atleta do elenco alvinegro que pode desempenhar de fato a função de um centroavante. Ele reconheceu, contudo, que meias podem ser improvisados na posição, como Tite já fez durante os primeiros jogos da equipe na atual temporada.

"Só tem eu com a minha função, mas há jogadores que podem mudar o jogo. Danilo faz aquela função, Guilherme também. O fato de ter só eu com aquela característica não pesa muito. Ser o 9 do Corinthians é uma responsabilidade muito grande. Estou pronto para fazer meu papel", afirmou o jogador, que herdou a camisa que outrora foi de Guerrero (no segundo semestre, a camisa 9 pertenceu a Lincom, pois Vagner Love usava a 99).

Apesar de ser o mais capacitado do elenco a realizar a função de centroavante, André sabe que ficar centralizado na grande área não será suficiente para conquistar a confiança de Tite. Love, Guerrero e demais centroavante que fizeram sucesso com o treinador se destacavam pela mobilidade no setor de ataque e até mesmo comprometimento defensivo.

"Não só no Corinthians, mas no futebol, o atacante não pode ficar só ali esperando a bola. Você tem de marcar, voltar, dar opção de jogo. Tenho treinado bastante para isso. É só início de temporada, a forma física pesa um pouquinho. Voltar, ajudar a marcar, são outras coisas que devo fazer",comentou o atleta.

Em seu segundo jogo como titular do Corinthians, na noite da última quarta-feira, André fez seu primeiro gol pelo Timão. O atacante foi o salvador alvinegro no empate por 1 a 1, salvando uma invencibilidade de quase dois anos da equipe no Paulistão.

"Minha função é fazer gol. Fazendo gols, vou jogar. Fiquei muito feliz por evitar nossa derrota e manter a invencibilidade. Para mim, tem de estar sempre fazendo gols para jogar. Tem de respeitar os outros jogadores também, mas é um gol que me dá muita confiança. Tira um pouquinho do peso e me alivia para estar mais solto nos jogos", declarou.

Veja Mais:

  • Clayson foi escolhido por Carille para, mais uma vez, substituir Jadson

    Corinthians encerra preparação, e Carille mantém escalação sem Jadson para jogo deste sábado

    ver detalhes
  • Fagner já tem 208 jogos, sete gols e dois títulos pelo Corinthians

    Fagner fala sobre fazer história no Corinthians, revela papo com Léo Príncipe e manda recado à Fiel

    ver detalhes
  • Adauto disse contar com Walter, mas goleiro não será obrigado a permanecer

    Diretor do Corinthians explica situação de Walter, prevê volta de Douglas e alfineta rival

    ver detalhes
  • Paulinho botando Ashley Cole para correr na vitória sobre o Chelsea, em 2012

    'Alto nível': passagem de Paulinho pelo Corinthians é citada por dirigente do Barcelona

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes