Giovanni Augusto fala sobre posição, elogia Tite e projeta duelo com colombianos: 'Vão jogar na retranca'

Giovanni Augusto fala sobre posição, elogia Tite e projeta duelo com colombianos: 'Vão jogar na retranca'

Por Meu Timão

Giovanni entrou no segundo tempo do embate contra o Cobresal, no último dia 17, no Chile

Giovanni entrou no segundo tempo do embate contra o Cobresal, no último dia 17, no Chile

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Recém-chegado, o meia Giovanni Augusto deve receber nova chance entre os titulares do Corinthians na partida desta quarta-feira, diante do Independiente Santa Fe (COL), pela Copa Libertadores da América. Adaptado ao novo clube, o camisa 17 espera aprimorar a forma física no decorrer da temporada para desempenhar função semelhante à exercida por Jadson, responsável pela armação de jogadas do Timão em 2015.

Durante participação no programa Bem, Amigos!, do SporTV, Giovanni afirmou não ter preferência por posição e citou quais setores deve render mais. “Ano passado, com o Levir Culpi (então técnico do Atlético-MG), eu joguei mais na função de armador. Às vezes, quando não estava dando muito certo, ele me recuava pra volante e liberava o Dátolo”, recordou.

“Esse ano, o Tite tem me optado pela função mais pelo lado do campo, que te exige muito fisicamente. Aos pouquinhos estou chegando ao nível 100%”, acrescentou o apoiador de 26 anos. Sobre o técnico do Corinthians, aliás, Giovanni foi conciso – mesmo com pouco tempo de Timão, o jogador rendeu elogios ao comandante e ressaltou o profissionalismo de seu “novo professor”.

“O professor Tite conversa com a gente bastante durante a semana, mostra vídeos de times da Série C à Champions League. Você entra em campo sabendo os atalhos que tem que fazer dentro de campo. Isso facilita bastante”, destacou, acrescentando quando o material preparado pela comissão técnica é apresentado. “Na concentração e sempre antes dos treinamentos, um dia antes do jogo”.

Depois da vencer o Cobresal por 1 a 0, na estreia da Libertadores, o Timão volta a campo nesta quarta, diante do atual campeão da Copa Sul-Americana, às 21h45 (de Brasília), em Itaquera. Provável titular no confronto, Giovanni já sabe qual será a postura do adversário colombiano durante os 90 minutos. “Será um adversário bastante difícil, a bola não queima no pé. Com certeza vão jogar na retranca, devem vir no contra-ataque. Esperamos fazer um grande jogo”, completou.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes