Jogador rival enaltece trabalho de Tite às vésperas de clássico e usa 6 a 1 como 'alerta'

Jogador rival enaltece trabalho de Tite às vésperas de clássico e usa 6 a 1 como 'alerta'

Por Meu Timão

Para Lucas Lima (à esquerda), Santos terá dificuldades em furar boa defesa do Timão

Para Lucas Lima (à esquerda), Santos terá dificuldades em furar boa defesa do Timão

Foto: Divulgação

A partir de quinta-feira, o Corinthians voltará suas atenções para a disputa do Campeonato Paulista. Na liderança do Grupo D, a equipe corinthiana descerá a serra para enfrentar o Santos, no próximo domingo, na Vila Belmiro. Se o clássico ainda não movimenta a rotina do Timão, o rival praiano não pode dizer o mesmo.

Em entrevista coletiva nesta terça, no CT Rei Pelé, o meia Lucas Lima analisou os pontos fortes do Corinthians e rendeu elogios ao trabalho desempenhado pelo técnico Tite, apontado como principal nome da campanha pelo hexacampeonato brasileiro em 2015. “A equipe do Tite é muito boa taticamente, não joga bem várias vezes, mas acha um gol e ganha jogos. Não podemos dar bobeira. Concentração nos 90 minutos e fazer o nosso jogo na Vila Belmiro”, disse o jogador.

Para o camisa 20, os donos da casa terão trabalho para furar o sistema defensivo do Timão, equipe que menos sofreu gols (apenas quatro) neste início de campeonato, ao lado do São Paulo. “Eles (Corinthians) são muito obedientes taticamente, linha adiantada, quase perfeita. Tomam poucos gols, sabemos que teremos trabalho para infiltrar e furar o bloqueio”, acrescentou o apoiador.

Depois de vencer o Oeste por 1 a 0 na última rodada, o Corinthians volta a campo nesta quarta, diante do Independiente Santa Fe (COL), na Arena, pela segunda rodada da Copa Libertadores da América. Uma semana depois, a formação alvinegra visita o Cerro Porteño (PAR), no Defensores del Chaco, novamente pelo torneio sul-americano. Questionado sobre um possível rodízio de Tite no clássico, Lucas Lima fez um alerta.

“Tite ainda está definindo (os titulares). Ele troca constantemente, e temos o exemplo do clássico contra o São Paulo (6 a 1). Temos de focar no nosso trabalho”, ressaltou o armador, recordando a goleada corinthiana no Majestoso em novembro da temporada passada – na ocasião, um esquadrão formado por reservas aplicou o maior placar do confronto entre Corinthians e São Paulo.

Veja Mais:

  • Marquinhos Gabriel (colete) é opção para jogo de quarta-feira; Pedrinho deve iniciar no banco

    De 'chave virada', Corinthians inicia preparação para duelo decisivo com Patriotas

    ver detalhes
  • Titular absoluto sob comando de Carille, Fagner está na mira da Inter de Milão

    Lateral do Corinthians é incluído na lista de reforços de diretor da Inter de Milão

    ver detalhes
  • Jô demonstrou desgaste no fim do jogo contra o Fluminense

    Desgaste e chance de lesão podem fazer Corinthians não ter até seis titulares contra o Patriotas

    ver detalhes
  • Jogadores comemoram gol no Maracanã

    Time e torcida do Corinthians no Maracanã ganham elogios de torcedores cariocas nas redes sociais

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes