Ex-vice do Corinthians explica por que defende benefícios às torcidas organizadas

3.2 mil visualizações 34 comentários

Por Meu Timão

Rosenberg esteve à frente do Timão de 2007 a 2012

Rosenberg esteve à frente do Timão de 2007 a 2012

Reprodução

Clube andando de mãos dadas com torcida organizada? Ao menos na visão do economista Luis Paulo Rosenberg, a parceria entre dirigentes e torcedores é possível e justificável.

Em entrevista ao site O Financeiro, o ex-vice-presidente e diretor de marketing do Corinthians explicou os motivos que o fazem defender benefícios eventualmente dados por clubes a suas torcidas. Na opinião de Rosenberg, que esteve à frente do Timão de 2007 a 2012, as uniformizadas seriam aquilo que o marketing classifica como consumidor fiel.

"Nunca tivemos problemas com a torcida. Minha posição em relação às organizadas foi sempre muito clara. Fico perplexo quando alguém fica indignado que eles têm ingressos mais baratos porque têm prioridade. Então vão reclamar com o cartão fidelidade da Gol, com a American Express que dá cartão platinum", afirmou.

"Segmentar seus consumidores de acordo com a fidelidade é o básico do marketing puro. Em um jogo de futebol, o Corinthians provê o vídeo, mas quem produz o áudio é a torcida organizada. Faz parte do show. Eu preciso tê-los lá dentro, empurrando o time, sem contar que eles nos ajudam a ganhar", completou.

Vale destacar que, ao menos oficialmente, a diretoria do Corinthians não distribui ingressos a suas organizadas. Nos jogos fora de casa, por exemplo, o clube anuncia a preferência da compra dos ingressos aos sócios-torcedores do programa Fiel Torcedor com maior assiduidade.

Veja Mais:

  • Matheus Davó está integrado ao elenco de Tiago Nunes desde o começo de 2020

    Contratação de Davó coleciona gafes no Corinthians desde o ano passado; veja lista

    ver detalhes
  • Evento na Arena Corinthians exibe uniforme com logo preto e branco

    Evento na Arena Corinthians exibe nova camisa com patrocínio em preto e branco; entenda

    ver detalhes
  • Colombiano Yony González durante o treino no CT Joaquim Grava

    Compra de Yony: diretor financeiro do Corinthians contradiz diretor de futebol do clube

    ver detalhes
  • Em 1920, o Corinthians goleou o Santos por 11 a 0

    11 a 0: Há exatos 100 anos, Corinthians batia o Santos e aplicava a maior goleada de sua história

    ver detalhes
  • Técnico Tite deixou Corinthians em 2016 rumo à Seleção Brasileira

    Com dedo de Tite, CBF muda para Arena Corinthians estreia da Seleção nas Eliminatórias da Copa-2022

    ver detalhes
  • Tiago Nunes comanda último treino do Corinthians na semana

    Corinthians trabalha cruzamentos e atividade tática em último treino da semana; veja fotos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: