Mistão do Corinthians perde na Vila e amarga primeira derrota oficial da temporada

Corinthians Corinthians 0 x 2 Santos Santos

Paulista 2016

Mistão do Corinthians perde na Vila e amarga primeira derrota oficial da temporada

Por Meu Timão

Com time misto na Vila Belmiro, o Corinthians perdeu a invencibilidade na temporada

Com time misto na Vila Belmiro, o Corinthians perdeu a invencibilidade na temporada

Foto: Reprodução

Quem assistiu ao clássico neste domingo precisou de paciência. Na Vila Belmiro, um Corinthians desfalcado enfrentou o Santos no jogo de número 2.500 do Timão na história do Campeonato Paulista.

Com o clássico estadual marcado entre duas partidas da Libertadores - o primeiro na Arena e o segundo no Paraguai - Tite não teve opção. O treinador precisou respeitar a decisão do departamento médico não pode contar com a maioria dos titulares.

Por essa razão, a equipe entrou em campo com uma formação inédita, que tinha Cássio; Fagner, Balbuena, Yago e Guilherme Arana; Bruno Henrique, Ángel Romero, Willians, Danilo, Lucca e mais à frente, Luciano.

Além dos três pontos, o Corinthians defendia a invencibilidade acumulada no Paulista: em caso de vitória ou empate na Vila Belmiro, a equipe completaria dois anos sem perder na competição. Porém, sem entrosamento, o elenco amargou a derrota por 2 a 0 que impediu a marca histórica.

45 minutos entre a raiva e o tédio

O primeiro tempo da partida foi difícil de assistir. O sentimento do torcedor corinthiano variou entre a raiva e o tédio já que o time cometeu muitos erros, e pouco criou. O Santos, que encontrou o gol aos oito minutos com Ricardo Oliveira, tampouco fez atuação muito melhor.

Ao analisar os números, a diferença entre as equipes mostrou que a partida não foi muito significativa para quem torcia pros rivais. Foram quatro finalizações para o Santos contra duas do Corinthians, enquanto a posse de bola terminou em 44% do Timão contra 56% dos adversários.

O único número brilhante da equipe corinthiana foi o número de faltas: a equipe de Tite conseguiu o feito de atuar nos primeiros 45 minutos do clássico sem cometer nenhuma falta (contra oito cometidas pelo Santos). A primeira etapa terminou com a manutenção do placar de 1 a 0 para o time da Baixada.

Melhorou, mas...

A segunda etapa começou com atraso de dois minutos já que a equipe santista demorou para voltar dos vestiários. E o reinício do jogo trouxe uma mudança no Corinthians: Ángel Romero deu lugar a Alan Mineiro, que, agora mais magro, fez sua estreia oficial pelo Timão.

Apesar da mudança, quem mudou mesmo o jogo foi a torcida corinthiana. Mesmo fora de casa e com atraso da chegada das caravanas, só se ouvia corinthianos na Vila Belmiro. Depois de causar certo estranhamento pelo incomum desânimo em Itaquera nas últimas partida, os torcedores do Timão deram a resposta no jogo, sem parar de pular ou empurrar o time.

Seja pela mudança na equipe ou pelo ímpeto da torcida, fato é que o jogo melhorou. Ao Corinthians, apesar disso, ainda faltava um decisivo gol de empate e, por isso, Tite tentou uma nova alteração: aos 23 minutos, Luciano saiu para entrada do André.

A equipe começou a pressionar muito, e por um instante, o torcedor acreditou que mais uma vez o resultado pudesse ser conquistado nos minutos finais da partida. Sem nada a perder, o Corinthians foi com tudo pra cima, e acabou sofrendo o revés: numa jogada de contra ataque, Ricardo Oliveira marcou e ampliou a diferença no placar.

Agora, o Corinthians precisa engolir a derrota e se concentrar em outra competição. Nesta semana, a equipe viaja ao Paraguai, onde enfrenta o Cerro Porteño, pela Copa Libertadores da América. A partida acontece na próxima quarta-feira, às 19h30.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Santos

  • 1000 caracteres restantes