Elenco corinthiano lamenta derrota, mas vê melhora no segundo tempo

Elenco corinthiano lamenta derrota, mas vê melhora no segundo tempo

Por Meu Timão

2.2 mil visualizações 97 comentários Comunicar erro

Timão sofreu sua primeira derrota em jogos oficiais na temporada neste domingo

Timão sofreu sua primeira derrota em jogos oficiais na temporada neste domingo

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Ainda em reconstrução, o Corinthians não foi páreo para o Santos, neste domingo, na Vila Belmiro. Com dois gols de Ricardo Oliveira, o time da baixada derrotou o Timão por 2 a 0 e, de quebra, pôs fim à invencibilidade da equipe da capital em 2016. Para Lucca, o “erro” do Alvinegro foi não anular a principal arma do adversário: o setor de criação.

“É difícil, o clássico é muito equilibrado. Nossa equipe no segundo tempo teve as melhore chances, mas o futebol é assim. Ricardo Oliveira estava numa tarde feliz. Parabéns pro Santos, que venceu a partida, mas o trabalho continua e nossa equipe está no caminho certo”, disse Lucca.

À beira do gramado, o camisa 30 admitiu que o Corinthians precisa corrigir algumas falhas de marcação. “Acho que manter, só tirar um pouco mais do espaço do meio-campo deles, demos muito espaço pro Lucas Lima no primeiro tempo. Foi corrigido no segundo, mas não pode acontecer. Isso vai ser corrigido nos próximos dias e vamos estar prontos para quarta-feira”, acrescentou.

Outro que viu com “bons olhos” o revés na Vila Belmiro foi Bruno Henrique. Titular durante os 90 minutos, o volante responsável pela marcação do meio-campo corinthiano negou que o elenco esteja com a cabeça na quarta-feira, data do confronto com o Cerro Porteño (PAR), fora de casa, pela Copa Libertadores da América.

“Não, infelizmente perdemos o clássico hoje. Fizemos um primeiro tempo abaixo, tivemos um segundo tempo bom. Agora é esquecer, quarta feira já temos Libertadores, é descansar, aprender com os erros de hoje e focar na Libertadores”, analisou o camisa 25. O tom adotado pelo meio-campista na saída do gramado foi semelhante ao de Cássio.

“Serve de aprendizado, temos que melhorar, temos que crescer, mas agora é pensar na Libertadores. Demos muita liberdade pros armadores dele, entramos um pouco desligados, acabamos tomando um gol. No segundo tempo tivemos um volume maior de jogo, melhoramos, mas um gol no contra-ataque fez a gente perder a partida”, explicou o goleiro.

Mesmo com a derrota deste domingo, o Corinthians permanece na liderança do grupo D do Paulistão, com 17 pontos conquistados em oito rodadas. No próximo sábado, o Timão volta a campo pelo Estadual para medir forças com o Botafogo, às 16h, no estádio Santa Cruz, no interior de São Paulo.

Além do trio, Willians também lamentou os erros defensivos do Timão no primeiro tempo. “Aconteceram duas bobeiras nossas, acabamos errando em momentos que não podíamos errar. No segundo tempo, pressionamos o Santos, tivemos chances de fazer e em uma bola acabamos tomando o segundo. A equipe está de parabéns, agora é ver o que o professor Tite pode falar para nós e quarta temos um jogo importante”, finalizou.

Veja Mais:

  • Elenco ficará no CT Joaquim Grava desde a noite desta sexta-feira

    Corinthians antecipa concentração do elenco no CT de olho na finalíssima do Paulistão

    ver detalhes
  • Jogadores se reuniram com Carille antes de a bola rolar no treino desta sexta

    Corinthians treina no feriado sem três titulares; apenas um deles está garantido na decisão

    ver detalhes
  • Cássio com a pequena Maria, de um ano e meio, na coletiva dessa sexta-feira

    Cássio é avisado que será capitão do Corinthians na decisão; goleiro exalta familiares por perto

    ver detalhes
  • A pequena Maria vestiu o novo manto do Corinthians nesta sexta-feira

    Filha de Cássio aparece no CT Joaquim Grava com a nova camisa 2 do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes