Corinthians visita o Cerro Porteño para manter 100% na Libertadores

Corinthians visita o Cerro Porteño para manter 100% na Libertadores

Por Meu Timão

12 mil visualizações 137 comentários Comunicar erro

Tido como principal contratação do clube em 2016, Giovanni Augusto inicia duelo no Paraguai entre os titulares

Tido como principal contratação do clube em 2016, Giovanni Augusto inicia duelo no Paraguai entre os titulares

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Atual campeão brasileiro, o Corinthians já faz contas para encaminhar a classificação para a próxima fase da Copa Libertadores da América. Nesta quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), no estádio Defensores del Chaco, o líder Timão inicia uma série de duelos contra o Cerro Porteño, vencedor da última edição do Apertura do Campeonato Paraguaio e segundo colocado do Grupo 8.

Com seis pontos conquistados diante de Cobresal (CHI) e Santa Fe (COL), o clube alvinegro pretende somar outros quatro nos dois confrontos (dias 09 e 16 de março) com o time paraguaio, considerado forte oponente na briga pelo avanço às oitavas. Caso a expectativa da comissão técnica se confirme, o Corinthians obteria dez pontos, desempenho confortável para garantir a classificação nas duas últimas rodadas (Santa Fe, dia 06 de abril, no El Campín, e Cobresal, 20, na Arena Corinthians).

Para o embate desta quarta, Tite promove à equipe o retorno dos jogadores preservados no clássico contra o Santos, no domingo, pelo Campeonato Paulista. Dessa forma, o provável Timão vai a campo na seguinte escalação: Cássio; Fagner, Yago, Felipe e Uendel; Bruno Henrique; Giovanni Augusto, Rodriguinho, Guilherme e Lucca; André.

“Jogar bem, igual o segundo tempo contra o Santos. Manter padrão. Quando oscilar, não oscilar muito. Isso vai dando confiança. Antes é jogar bem. Depois, o resultado, sim, passa a ser um adversário direto. Vencer os dois primeiros jogos nos deixa numa boa condição. Mas é só um início bom. Tem de se confirmar”, analisou o comandante corinthiano.

Ao todo, 22 jogadores foram relacionados para a viagem ao Paraguai. Além dos titulares, Tite conta com Matheus Vidotto e Walter (goleiros); Edílson e Guilherme Arana (laterais); Maycon e Willians (volantes); Alan Mineiro e Danilo (meio-campistas); Ángel Romero e Luciano (atacantes). Por determinação da Conmebol, apenas sete atletas podem permanecer no banco de reservas durante a partida – ou seja, cinco serão cortados antes do apito inicial.

O Cerro Porteño, por sua vez, precisa da vitória dentro de seus domínios para recuperar a boa fase. Sob o comando do técnico César Farías, a equipe de Assunção acumula quatro vitórias, cinco derrotas e dois empates, apesar de ocupar a vice-liderança da chave. No entanto, o treinador tem uma importante baixa: Jonathan Fabbro. O atacante é namorado de Larissa Riquelme, e a modelo perdeu o bebê que esperava.

Dessa forma, o rival do Timão deve ser formado por: Antony Silva, Carlos Bonet, Victor H. Mareco, Bruno Valdez e Junior Alonso; Fidencio Oviedo, Jorge Rojas, Rodrigo Rojas e Marcelo Estigarribia; Guillermo Beltrán e Luis Leal. “É o segundo colocado, o adversário direto, com a qualidade que sabemos que tem. É o líder e o vice-líder se enfrentando”, ressaltou Tite.

Cerro Porteño x Corinthians tem a arbitragem do peruano Diego Haro, auxiliado pelos conterrâneos Braulio Cornejo e Coty Carrera. Apenas o canal FOX Sports transmite o duelo, válido pela terceira rodada da Libertadores. A partir das 19h, o Meu Timão traz a cobertura completa da partida em Tempo Real.

Veja Mais:

  • Marciel está fora dos planos da comissão técnica do Corinthians para 2019

    Sem aval de Carille, Marciel não retorna ao Corinthians

    ver detalhes
  • Sornoza será jogador do Corinthians em 2019, salvo improvável problema médico

    Sornoza agenda exames e deve assinar com Corinthians nesta quarta

    ver detalhes
  • Davi ganhou mês passado camisa autografada por jogadores do Corinthians

    Camisa do Corinthians se torna supertrunfo na inclusão social de pessoas em cadeiras de rodas

    ver detalhes
  • Centurión, ex-São Paulo, é uma das armas do Racing para a Sul-Americana

    Líder nacional e turbinado por ex-rivais do Corinthians: como o Racing chega à Sul-Americana

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes