Explicação do Corinthians ao Cade por venda de direitos de transmissão pode complicar Globo

65 mil visualizações 88 comentários

Por Meu Timão

Roberto de Andrade respondeu o questionário enviado pelo Cade

Roberto de Andrade respondeu o questionário enviado pelo Cade

Agência Corinthians

Em questionário enviado pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), o Corinthians respondeu assuntos referentes às negociações dos direitos de transmissão de TV. No documento, o presidente Roberto de Andrade afirmou que a Rede Globo fez uma proposta conjunta ao clube alvinegro - ou seja, fez uma única proposta por todas as mídias (TV aberta e fechada, pay-per-view, telefonia móvel etc). As informações são da Folha de S. Paulo.

"Conforme detalhadamente informado na resposta anterior, o Sport Club Corinthians Paulista celebrou seis contratos com o Grupo Globo relativos à transmissão dos Campeonatos Brasileiros de 2019 e 2020. À época não se falou em negociação por mídia, mesmo porque não havia nenhuma proposta concorrente. O valor proposto englobava todas as mídias: TV aberta, incluindo publicidade estática, TV fechada (por assinatura), pay-per-view, internet, telefonia móvel, e exploração internacional", detalhou o presidente no questionário.

A ação de venda conjunta é proibida pelo orgão de defesa, pois fere os princípios da livre concorrência. Ainda no questionário, o presidente corinthiano explicou que a Globo não condicionou o clube a assinar aqueles termos.

"Não houve nenhum condicionamento imposto pelo Grupo Globo que vinculasse a aquisição dos direitos de transmissão em TV aberta, por parte da Rede Globo, a um aceite da venda de direitos de transmissão em TV Fechada/PPV para o referido grupo", detalhou o cartola.

Caso for comprovada a proposta conjunta, o Cade terá que abrir uma investigação mais aprofundada do assunto, que no caso seria um inquérito administrativo. Em 2010, a Rede Globo havia se comprometido a fazer propostas independentes nas negociações com os clubes.

A investigação pode acarretar em uma quebra de contrato entre as partes. No final do documento, o presidente alvinegro confirmou que o Corinthians não está em negociações com o Esporte Interativo, que pertence a empresa Turner.

"O Sport Club Corinthians Paulista não recebeu proposta do Grupo EI", confirmou o presidente.

Veja Mais:

  • Gabriel, Cauê e Fábio Santos comemorando o gol da joia da base no jogo entre Corinthians e Guarani

    Corinthians supera atuação ruim, vence Guarani com gol de Cauê e mantém liderança do Paulistão

    ver detalhes
  • Cássio se destaca em vitória do Corinthians sobre o Guarani

    Cássio volta a se destacar e é eleito o melhor do Corinthians contra Guarani; Mancini é o pior

    ver detalhes
  • Vagner Mancini comandou a equipe do Corinthians no duelo contra o Guarani, em Campinas

    Vitória 'enganosa', revolta com Mancini e salvação da base: Fiel repercute triunfo do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians segue invicto na temporada, mas os resultados não são reflexos de boas atuações

    Invencibilidade e liderança isolada 'mascaram' atuações ruins do Corinthians na temporada

    ver detalhes
  • Gabriel no jogo entre Corinthians e Guarani, pelo Campeonato Paulista, em Campinas

    Corinthians inicia 'laboratório' com experimento que deu errado - mas segue vencendo

    ver detalhes
  • Cauê marcou seu primeiro gol pelo Corinthians diante do Guarani

    Cauê marca seu primeiro gol pelo Corinthians e é o nono atleta a balançar as redes na temporada

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x