Em ação truculenta, PM agride torcedores após fim do jogo na Arena

Em ação truculenta, PM agride torcedores após fim do jogo na Arena

Por Meu Timão

Corre-corre e tumulto marcaram o final da partida do Timão nesta quarta-feira

Corre-corre e tumulto marcaram o final da partida do Timão nesta quarta-feira

Foto: Meu Timão

A boa atuação do Corinthians em campo na noite desta quarta-feira ficou marcada por uma confusão após o fim da partida. Os torcedores do Setor Norte do estádio se envolveram em uma briga com a Polícia Militar.

Inicialmente, a confusão teve início nas arquibancadas e a PM subiu para controlar a situação. No entanto, os policiais abusaram da violência e desferiram golpes de cassetete nos torcedores que subiam os degraus em direção a saída do estádio.

O tumulto durou cerca de cinco minutos e seguiu do lado de fora do estádio. Quando quase toda a torcida já tinha deixado o local, novos gritos foram ouvidos e os policiais correram em direção ao portão. Não foram divulgadas informações sobre feridos e nem sobre o motivo que levou os policiais a agirem de maneira truculenta.

Essa não é a primeira vez que os torcedores são reprimidos e sofrem agressões por parte da PM na Arena. Em fevereiro, os torcedores levaram faixas de protestos pela primeira vez e foram obrigados pelos policiais.

Veja Mais:

  • Corinthians e Flamengo se enfrentam nesta quinta, às 19h30

    Corinthians encara clássico contra o Flamengo por vaga nas semifinais da Copinha

    ver detalhes
  • Timão venceu rival brasileiro em Orlando e carimbou classificação à final da Florida Cup Playoff

    Em noite de estreias e gol de Kazim, Corinthians goleia o Vasco na Florida Cup

    ver detalhes
  • Craque da partida, Kazim marcou um gol e deu uma assistência em apenas 45 minutos; Cristian foi abaixo

    Time reserva supera titular em notas da partida

    ver detalhes
  • Carille já foi avisado que Fagner e Rodriguinho podem ser convocados

    Além de Fagner, meia do Corinthians pode ser chamado por Tite para a Seleção Brasileira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes