Sossegado dentro e fora de campo, Maycon fala sobre peso da camisa neste início no profissional

Sossegado dentro e fora de campo, Maycon fala sobre peso da camisa neste início no profissional

Por Meu Timão

Maycon participou de evento no projeto social de Elias nesta quinta-feira

Maycon participou de evento no projeto social de Elias nesta quinta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Após a Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, quatro jogadores foram promovidos ao time profissional do Corinthians: Maycon, Matheus Pereira, Claudinho e Gabriel Vasconcelos. No entanto, apenas um deles conseguiu seu espaço em pouco tempo e já vem sendo opção de Tite neste início de temporada. Feliz com essa nova fase na carreira, Maycon comemorou as oportunidades que vem tendo e comentou sobre esse início de trabalho depois de ter deixado as categorias de base.

“Acho que está sendo um momento legal. Tenho que melhorar sempre, sempre tem espaço para evolução. O Tite sempre fala que temos uma margem de evolução grande, então temos que procurar isso. Nas primeiras partidas eu estava um pouco ansioso, me acostumando com a equipe, com a forma de jogar.. Nessas últimas três partidas acho que fiz um jogo bom, gostei da minha atuação particularmente. Fico feliz com os elogios, com as comparações com o Elias, jogador de Seleção Brasileira, para mim é muito importante", disse o jogador.

Contente com as comparações, o atleta de 18 anos foi utilizado em oito dos 15 jogos do Corinthians este ano, tendo, inclusive, marcado um gol, na vitória por 3 a 0 contra o Botafogo-SP. Apesar de balançar as redes não ser a principal função de um volante, o jogador não escondeu que o gol ajuda a conter a ansiedade neste início de trabalho como profissional.

“Deu uma tranquilizada. Jogador que sobre fica ansioso. O professor Tite sempre fala para ficar calmo, mas a gente tem uma certa ansiedade de fazer bons jogos, mostrar nosso potencial, mas é com o tempo. Acho que a gente tem espaço para tudo isso e é procurar evoluir sempre”, comentou.

Das oito partidas disputadas, seis foram como titular, entre elas o importante duelo contra o Cerro Porteño, válido pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, no qual o Timão saiu vitorioso pelo placar de 2 a 0. Na ocasião, Maycon ganhou a oportunidade no lugar de Rodriguinho, que havia sido expulso no jogo anterior. Sem se abalar com a pressão, ele destacou a importância do grupo para ter tranquilidade dentro de campo.

“É fruto de um trabalho muito e meus companheiros estão me dando muito apoio. Acho que sem o apoio deles eu não conseguiria ter tanta confiança e o professor Tite sempre mostra o que a gente tem que fazer. Isso é um passo importante para nós jogadores, mostrar o caminho”, disse o jogador, comentando que também é uma pessoa calma longe das quatro linhas.

“Procuro ficar mais tranquilo em casa, com a família, amigos, é importante para mim. Acho que para mim, que estou começando agora é bom ser assim, calmo, saber que tem muito para evoluir e conquistar ainda”, acrescentou.

Veja Mais:

  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes