Cássio destaca persistência e diz ser marca do Timão desde o ano passado

Cássio destaca persistência e diz ser marca do Timão desde o ano passado

Por Meu Timão

Pouco requisitado no jogo desse sábado, Cássio mais orientou o time do que defendeu bolas

Pouco requisitado no jogo desse sábado, Cássio mais orientou o time do que defendeu bolas

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians venceu mais uma partida no sufoco, com gol nos minutos finais. E a vitória por 1 a 0 sobre o Ituano, na noite desse sábado, na Arena, pelo Campeonato Paulista, é só mais um exemplo de uma das principais marcas da equipe comandada por Tite: a persistência.

Quem garante é o goleiro Cássio. O camisa 12, que pouco trabalhou no duelo diante do time de Itu, destacou a pressão criada pelo Timão do começo ao fim do jogo, as quatro bolas na trave e fez até mesmo uma comparação com o padrão estabelecido pelo Corinthians na campanha do hexacampeonato brasileiro do ano passado.

"Insistência né? Muitas bolas na trave, defesas... Uma marca desse time, assim como no ano passado,é a persistência. A pressão e a concentração foram os mais importantes, criamos oportunidades, ficamos em cima e tentamos não dar chances ao adversário", declarou o goleiro do Corinthians.

"Ano passado tivemos como exemplo o fato de muitas partidas a gente empatar e os pontos do empate nos colocarem lá em cima. É saber quando da pra ganhar, mas sem arriscar muito", completou.

Apesar de o próprio Cássio ter feito comparações com o time do ano passado, ele admitiu a dificuldade em se espelhar naquela equipe para projetar possíveis novas conquistas. Em relação ao Corinthians vencedor do último Brasileirão, seis titulares se foram (quatro para a China e dois para a França).

"Acho que é passo a passo, mudaram muitas peças essa comparação com o time do ano passado é difícil, são jogadores de características diferentes. As coisas vêm acontecendo, viemos trabalhando forte e isso ajuda, fazemos o que o professor Tite nos cobra. Então passo a passo vamos crescendo e o time tem muito a crescer", analisou o arqueiro.

Veja Mais:

  • Monster Jam agitou Itaquera nesse sábado

    Primeiro Monster Jam no Brasil leva mais de 30 mil pessoas à Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Crislan pertence ao Braga, mas jogou no Vegalta Sendai por empréstimo

    Em alta no Japão, atacante despista sobre sondagem do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille acredita em crescimento de Marquinhos Gabriel na próxima temporada

    Após sondagens, Corinthians e Marquinhos Gabriel negam possibilidade de empréstimo para 2018

    ver detalhes
  • Em meio à Fiel, Carille ergue a taça do hepta

    Como ganhar na loteria! 'Campeão de tudo' em 2018 levará R$ 144 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes