Exaltado por Felipe, Tite retribui elogios a convocado: 'Não aposto em quem não tem talento'

Exaltado por Felipe, Tite retribui elogios a convocado: 'Não aposto em quem não tem talento'

Por Meu Timão

Tite (à esq.) e Felipe durante treinamento no CT Joaquim Grava

Tite (à esq.) e Felipe durante treinamento no CT Joaquim Grava

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Boa parte da entrevista coletiva de Tite após a vitória por 1 a 0 sobre o Ituano, na noite deste sábado, na Arena, foi direcionada ao zagueiro Felipe. Antes criticado por parte da torcida alvinegra, o defensor deu a volta por cima e, após uma temporada como titular do Corinthians, foi convocado pela primeira vez para defender a Seleção Brasileira.

Não o bastante, o camisa 27 foi a campo horas depois de receber a notícia e, de quebra, marcou o gol que garantiu ao Timão mais três pontos no Campeonato Paulista. Como esperado, o beque exaltou a confiança depositada em seu trabalho pelo comandante corinthiano – para Felipe, inclusive, o técnico em 100% de “culpa” por seu momento na carreira. Algo que Tite descarta.

“O 100% é mentira, foi um ato simpático dele. Eu aposto em profissionais que tenham virtude e comprometimento. O comprometimento dele é sempre de alto nível, um nível de concentração e qualidade técnica, é um atleta que ouve. É inevitável. E esse Tite aí é comissão técnica, o nosso trabalho que é desenvolvido”, afirmou Tite.

Felipe chegou ao Parque São Jorge em 2012 e, depois de um longo trabalho de aperfeiçoamento junto à comissão técnica, ganhou oportunidades para mostrar seu futebol. Na temporada passada, recebeu sua grande chance quando viu o zagueiro Anderson Martins, então titular ao lado de Gil, retornar ao El-Jaish, do Catar.

Mesmo contestado pelos torcedores e pela imprensa, Felipe foi bancado por Tite, ganhou confiança e passou por uma ascensão meteórica, sendo apontado como um dos principais defensores do Campeonato Brasileiro de 2015. “Eu não aposto em atleta que não tem talento. Eu não posso ter grande inteligência, mas burro eu não sou. O talento dele associado ao trabalho deu essa condição”, acrescentou.

“Um cronista me perguntou: ‘qual a frase que tu faz em relação ao Felipe?’ Mereceu. Dunga acompanhou, viu o nível de atuação. Entrosamento com o Gil ele tem, mas o Dunga vai ter que avaliar isso. Aquela sintonia de olhar, de movimentos, eles têm”, avisou o técnico do Timão.

O Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira, diante da Ponte Preta, às 21h45 (de Brasília), em Itaquera, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista. Já no domingo, a equipe corinthiana vai ao Pacaembu e mede forças com o Palmeiras, em clássico válido também pelo Estadual.

Veja Mais:

  • Clayson foi escolhido por Carille para, mais uma vez, substituir Jadson

    Corinthians encerra preparação, e Carille mantém escalação sem Jadson para jogo deste sábado

    ver detalhes
  • Fagner já tem 208 jogos, sete gols e dois títulos pelo Corinthians

    Fagner fala sobre fazer história no Corinthians, revela papo com Léo Príncipe e manda recado à Fiel

    ver detalhes
  • Adauto disse contar com Walter, mas goleiro não será obrigado a permanecer

    Diretor do Corinthians explica situação de Walter, prevê volta de Douglas e alfineta rival

    ver detalhes
  • Paulinho botando Ashley Cole para correr na vitória sobre o Chelsea, em 2012

    'Alto nível': passagem de Paulinho pelo Corinthians é citada por dirigente do Barcelona

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes