Em disputa com Uendel, Arana valoriza chance e quer 'dúvida' na cabeça de Tite

Em disputa com Uendel, Arana valoriza chance e quer 'dúvida' na cabeça de Tite

Por Meu Timão

Assim como em 2015, Arana (à esq.) e Uendel 'brigam' pela titularidade no Timão nesta temporada

Assim como em 2015, Arana (à esq.) e Uendel 'brigam' pela titularidade no Timão nesta temporada

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Peça importante no time hexacampeão brasileiro, o lateral-esquerdo Guilherme Arana terá a oportunidade de mostrar seu futebol nesta quarta-feira. O jovem jogador, reserva imediato de Uendel, foi escalado na equipe que enfrenta a Ponte Preta, às 21h45 (horário de Brasília), na Arena, em jogo válido pela 13ª rodada do Paulistão. Ciente da “chance de ouro”, o camisa 13 afirma estar disposto a “plantar dúvidas” na cabeça de Tite.

“A gente treina todo dia, trabalha forte. Sabemos que a oportunidade vai aparecer. No nosso caso, é entrar dar conta do recado e manter esse ritmo”, disse Arana, em entrevista coletiva. “Uendel vem numa crescente muito boa. Acho que as oportunidades vão aparecer. Quando aparecer, tenho que fazer um bom papel para deixar a duvida na cabeça do Tite. Mas competir de forma leal, acima de tudo”, continuou o lateral.

Titular em grande parte do segundo turno do Brasileirão 2015, Arana viu o companheiro de posição recuperar a vaga na lateral-esquerda. Nesta temporada, por exemplo, o atleta oriundo das categorias de base do clube disputou apenas sete jogos – dois pela Florida Cup e cinco pelo Paulistão. Apesar disso, ele entende o bom momento do camisa 6 e exalta até o relacionamento entre eles.

“Quando o Uendel está jogando eu que estou de fora, passo minha visão para ajudar ele. Nosso relacionamento é bom dentro e fora de campo. Quando estou jogando ele me passa conselhos. Acho que isso é o grupo, um ajudando o outro”, explicou Arana, que não escondeu a vontade de estar em campo.

“Todo jogador quer jogar. Independente aonde, todo jogador quer aparecer. Vamos ficar tristes? Então tem que manter o sorriso no rosto, a felicidade e a alegria acima de tudo”, ressaltou. “Acho que temos que manter o trabalho. Sabemos que, se trabalharmos forte, continuaremos com o ritmo dentro de campo e sairemos com a vitória. Sabemos que não existe time bobo, então temos que estudar o time deles e fazer um bom papel”.

Único time já classificado para as quartas de final do Campeonato Paulista, o Corinthians quer a vitória para seguir embalado na temporada e chegar com moral ao clássico do próximo domingo (3), contra o Palmeiras, às 16h, no Pacaembu. Para Arana, o bom relacionado entre Tite e os atletas titulares e reservas é um dos maiores trunfos do Timão.

“Nos treinamentos, nas palestras ele sempre toca no assunto de competir forte e leal que as oportunidades vão aparecer. Quando aparecer, tem que dar conta do recado. Então temos que manter o ritmo forte, como a equipe titular”, concluiu.

Veja Mais:

  • Alan Mineiro tem contrato com o Corinthians até o fim de 2018

    Após impasse, meia do Corinthians é anunciado como reforço do Fortaleza

    ver detalhes
  • Corinthians foi bicampeão mundial em 2012, diante do Chelsea, no Japão

    Grêmio cai, e Corinthians segue sendo último sul-americano campeão do Mundial da Fifa

    ver detalhes
  • Yago volta ao Corinthians na primeira semana de janeiro

    Após empréstimo, zagueiro é reintegrado ao Corinthians; Del'Amore no radar

    ver detalhes
  • Scarpa tem reunião marcada com empresários neste sábado

    Alvo do Corinthians, Scarpa agenda reunião com representantes para decidir futuro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes