Marciel agrada no Cruzeiro, mas diretoria corinthiana não aceita negociar jogador

Marciel agrada no Cruzeiro, mas diretoria corinthiana não aceita negociar jogador

Por Meu Timão

Diretoria do Cruzeiro queria envolver Marciel em negócio por Lucca

Diretoria do Cruzeiro queria envolver Marciel em negócio por Lucca

Foto: Washington Alves / Light Press

Emprestado desde o início do ano ao Cruzeiro, o volante Marciel tem agradado aos mineiros. Prova disso é que a diretoria tentou envolvê-lo em negociação com Lucca, mas o Corinthians descartou a possibilidade.

Segundo o portal da ESPN, o Cruzeiro fez uma proposta para envolver Marciel na negociação dos direitos econômicos de Lucca. O time mineiro é dono de 35% e o Timão está acertando os últimos detalhes para garantir a compra do atacante.

A ideia da diretoria do Cruzeiro era ficar com uma parte dos direitos do jovem volante alvinegro e, em troca, reduzir a pedida por Lucca. O presidente Roberto de Andrade negou, mostrando que valoriza Marciel, apesar do empréstimo, e que não pretende abrir mão do jogador, que é uma das revelações da base do Timão.

Por conta disso, o Corinthians resolveu pagar a pedida do Cruzeiro e vai desembolsar cerca de R$ 1 milhão à vista por 10% dos direitos do atacante. No total, a negociação deve ficar em torno de R$ 5 milhões. O Timão ainda deverá pagar R$ 4 milhões por 50% dos direitos que pertencem ao Criciúma, ficando com o total de 60%.

A venda de Lucca e o novo contrato devem ser resolvidos ainda essa semana. O vínculo do atacante deve ser de três temporadas com o Timão. Marciel segue no Cruzeiro até o final desta temporada.

Veja Mais:

  • Kazim terá nova oportunidade como titular diante do Palmeiras

    Em treino aberto na Arena, Carille define novo Corinthians para clássico

    ver detalhes
  • Carille terá onze suplentes à disposição no clássico

    Jadson fica fora do Dérbi; veja lista de relacionados do Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes