Edílson explica pedido por André no lugar de Romero em último pênalti

Edílson explica pedido por André no lugar de Romero em último pênalti

Por Meu Timão

Edilson queria que André batesse o pênalti para voltar a marcar após jejum

Edilson queria que André batesse o pênalti para voltar a marcar após jejum

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Quando já vencia a Ponte Preta por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, o Corinthians teve a chance de ampliar o placar, porém Romero não conseguiu converter o pênalti aos 46 do segundo tempo. No momento em que o árbitro apitou ao sinalizar que Fábio Ferreira colocou a mão na bola, alguns jogadores corinthianos se juntaram na marca, parecendo conversar sobre quem bateria, e o paraguaio ficou responsável pela cobrança. Explicando sobre a situação, Edilson afirmou que foi pedir para que deixassem André cobrar.

"Eu só falei no sentido de deixar o André bater porque não estava fazendo gol. Mas o batedor mesmo é o Romero, ele que treinou. Todo mundo está sujeito ao erro e infelizmente aconteceu duas vezes hoje", disse o lateral-direito.

André entrou no lugar de Luciano aos 19 minutos do segundo tempo e fez sua 12ª partida com a camisa do Corinthians. A última vez que o atacante balançou as redes foi na derrota por 3 a 2 contra o Cerro Porteño, no dia 9 de março. Desde sua estreia, foram dois gols marcados.

Além de falar sobre a situação do segundo pênalti, Edilson também comentou sobre a partida, comemorou mais um resultado positivo e já mostrou foco nos próximos dois compromissos.

"Sabíamos da dificuldade, respeitamos eles, mas conseguimos impor o nosso jogo. Estamos felizes com o resultado, vamos descansar. Agora são dois jogos de grande dificuldade, contra o Palmeiras e Libertadores", afirmou, mantendo os pés no chão e cobrando que equipe siga em evolução.

"Estamos num nível bom, estamos felizes com o que estamos produzindo, mas sabemos que podemos ainda mais. Não podemos nos contentar com isso', completou.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes