Governo e FPF definem torcida única em clássicos paulistas até o final do ano

Governo e FPF definem torcida única em clássicos paulistas até o final do ano

Por Meu Timão

Torcedores também não poderão mais usar adereços com alusão à organizadas

Torcedores também não poderão mais usar adereços com alusão à organizadas

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Todos os clássicos paulistas até o final desta temporada serão disputados com torcida única. Essa foi a determinação imposta pela Secretária de Segurança Pública do Estado de São Paulo, junto da Federação Paulista de Futebol e da Promotoria do Estado.

Os representantes destas três entidades se reuniram na tarde desta segunda-feira para discutir os casos de violência que marcaram o domingo de jogo entre Palmeiras e Corinthians.

Além da torcida única, outras duas medidas foram definidas: os clubes estão proibidos de repassar ingressos de maneira individual para torcidas organizadas e os integrantes das mesmas não poderão mais entrar nos estádios com adereços que façam alusão às torcidas.

"Uma medida sozinha não faz mágica. Por isso acordamos essas três. Torcida única e a proibição de adereços das torcidas já vigoram a partir de amanhã. A questão da venda será dado um tempo de adaptação aos clubes", explicou o secretário de segurança público do Estado de São Paulo, Alexandre de Moraes, em coletiva.

Os torcedores que são filiados as torcidas organizadas, como a Gaviões da Fiel e a Camisa 12, no caso do Corinthians, terão que comprar ingressos pelos meios tradicionais - o sistema do Fiel Torcedor e as bilheterias online e físicas.

Mesmo que apenas a Federação Paulista tenha participado da reunião, as determinações são válidas para os jogos de todas as competições - incluindo Libertadores e Campeonato Brasileiro.

"Dessa forma, vamos evitar que tenha escolta, que tenha uma mobilização para acompanhar as torcidas rivais. Isso vai ajudar a diminuir esse problema. Qualquer clássico até o dia 31 de dezembro só terá uma torcida", finalizou Alexandre.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes