Corinthians enfrenta problemas e é retirado de treino no El Campin

Corinthians enfrenta problemas e é retirado de treino no El Campin

Por Meu Timão

Impedida de continuar treinando no campo, equipe finalizou preparação atrás de um dos gols

Impedida de continuar treinando no campo, equipe finalizou preparação atrás de um dos gols

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Já em Bogotá, na Colômbia, o Corinthians começou a ter suas primeiras dificuldades antes do jogo contra o Santa Fe. Nesta terça, o time quase ficou sem treinar no Estádio El Campin, como estava programado, por conta de um impedimento da administração do local, que alegou que a atividade causaria danos ao gramado.

Na manhã desta terça, a diretoria do Corinthians foi informada de que o time não poderia treinar no palco do confronto desta quarta, porém, após a confusão, conseguiu a permissão para fazer o reconhecimento do campo.

A liberação, no entanto, não deu a Tite a liberdade de trabalhar como ele gostaria. Após pouco menos de uma hora de trabalho, a administração do estádio obrigou a delegação corinthiana a interromper o treino, alegando que o limite de 35 minutos havia sido ultrapassado e que o treino no gramado molhado seria prejudicial.

A situação causou a insatisfação da diretoria corinthiana, que lembrou como os colombianos foram bem tratados no jogo de ida, disputado na Arena Corinthians.

“Na nossa arena damos uma atenção e um tratamento acima da média. É um absurdo em outros lugares como aqui passar sufoco, ter que discutir para apenas fazer um treino de pelo menos uma hora. Isto permitido no regulamento da Conmebol”, afirmou o diretor-adjunto, Eduardo Ferreira, ao GloboEsporte.

Em entrevista coletiva após o treino, Tite também lembrou da boa recepção em Itaquera, porém evitou culpar o Santa Fe e voltou as atenções ao duelo.

“Primeiro que o grande espetáculo será dentro do campo. O Santa Fe não tem nada a ver com isso, é a administração do estádio, faltou reciprocidade em relação ao que fizemos na Arena Corinthians. Mas isso deixamos em segundo plano. O importante é o jogo", explicou o treinador.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes