Secretaria vai pedir e partida entre Timão e Red Bull pode ser alterada

Secretaria vai pedir e partida entre Timão e Red Bull pode ser alterada

Por Meu Timão

Partida do Timão, marcada para domingo, pode ser alterada

Partida do Timão, marcada para domingo, pode ser alterada

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Apesar da divulgação da Federação Paulista de Futebol (FPF) na manhã desta segunda-feira, o jogo entre Corinthians e Red Bull pode não estar definido. A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo vai pedir a alteração da partida.

A informação foi confirmada pelo secretário Alexandre de Moraes, em evento em São Paulo nesta segunda-feira. Um pedido já foi enviado para a FPF para que a rodada deste domingo, dia 17, seja cancelada.

"A PM já solicitou à Federação e hoje (segunda) eu vou reiterar esse pedido para não ter rodada do Campeonato Paulista no dia 17", declarou o secretário, em evento na Faap, Zona Oeste de São Paulo.

O motivo são as prováveis manifestações contra e a favor ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. Cerca de 18 organizações diferentes já pediram autorização para realizar protestos no domingo, data que pode acontecer a votação na Câmara dos Deputados.

"Se confirmar que a votação na Câmara dos Deputados será no dia 17, temos que evitar qualquer aglomeração porque isso acaba sobrecarregando muito o transporte público na capital", completou Alexandre.

Sendo assim, os confrontos entre Corinthians e Red Bull, e entre Grêmio Osasco Audax e São Paulo podem ter suas datas alteradas. A partida do Timão está marcada para domingo, às 16h - considerado o horário nobre do final de semana, já que seria exibida na TV aberta. Os jogos de Santos e Palmeiras marcados para sábado e segunda, respectivamente, não correm riscos.

Veja Mais:

  • Vidotto, Léo Príncipe, Bastos e Giovanni: quarteto não está nos planos em 2018

    Vetados do Paulistão e 'encostados': os nove jogadores que não devem ficar no Corinthians

    ver detalhes
  • Renê Júnior foi apresentado no início da atual temporada

    Mesmo sem clube quando contratado, Renê Júnior custará R$ 5 milhões aos cofres do Corinthians

    ver detalhes
  • Kazim destoou em goleada corinthiana sobre São Caetano; Neto 'pediu cabeça' do atacante

    Com até cutucada em Tite, Neto detona manutenção de Kazim como titular do Corinthians

    ver detalhes
  • Warian está fora dos planos de Carille para 2018

    Por questões contratuais, volante tem empréstimo dificultado e pode ficar encostado no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes