Corinthians abre as portas da Arena para refugiados em jogo decisivo do Paulista

Corinthians abre as portas da Arena para refugiados em jogo decisivo do Paulista

Por Meu Timão

Arena Corinthians receberá grupo de imigrantes neste sábado

Arena Corinthians receberá grupo de imigrantes neste sábado

Foto: Meu Timão

O apelido “Time do Povo” fará ainda mais sentido ao Corinthians neste sábado. Ao menos 100 imigrantes refugiados de dez países conhecerão o Parque São Jorge, sede social do Timão, e serão levados à Arena Corinthians para assistir ao confronto com o Red Bull Brasil, às 16h20 (de Brasília), válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

A ação faz parte de uma parceria do Corinthians com a Caritas Arquidiocesana de São Paulo, que mantém o Centro de Referência do Refugiado com o apoio da ONU/ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados). Os ilustres visitantes, oriundos de Congo, Angola, Nigéria, Mali, Colômbia, Filipinas, Iraque, Síria, Guiné-Conacri e Guiné Bissau, participarão de uma edição especial do Projeto Time do Povo, criado para proporcionar a crianças carentes “um dia de Corinthians”.

“A ação visa reforçar a característica do Corinthians de ser o ‘time das mil nações’, apelido que o clube recebeu no início da sua história por receber bem imigrantes de todos os países, sem restrições. E continuamos recebendo nesses 105 anos de história”, explicou Donato Votta, Diretor Cultural e de Responsabilidade Social, em entrevista ao site oficial do Corinthians.

Dentre os imigrantes, onze crianças ainda terão a chance de entrar em campo ao lado dos atletas, enquanto outras dez assistirão ao aquecimento dos jogadores na parte interna da Arena Corinthians. Não o bastante, o clube se comprometerá a dar oportunidade de trabalho no estádio alvinegro e em sua sede social para os refugiados.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes