Melhor campanha no Paulista garante renda maior para o Timão e adversários

Melhor campanha no Paulista garante renda maior para o Timão e adversários

Por Meu Timão

Vitória sobre o Red Bull foi determinante para maior arrecadação do Corinthians com o Paulistão

Vitória sobre o Red Bull foi determinante para maior arrecadação do Corinthians com o Paulistão

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

A goleada por 4 a 0 sobre o Red Bull Brasil, conquistada na tarde deste sábado, na Arena Corinthians, não traz benefícios apenas para dentro das quatro linhas. O Timão garantiu uma renda extra e ainda "ajudou" o time de Campinas financeiramente.

Com mais de 36 mil pagantes, a partida gerou uma renda de cerca de R$1,9 milhão. Por conta do regulamento do Campeonato Paulista, a renda é dividida por igual entre os dois clubes que disputam as quartas de final. Isso deve garantir quase R$ 1 milhão aos cofres do Red Bull Brasil, que até agora só tinha arrecadado R$ 551.440 com seus jogos como mandante na competição.

Com a garantia da semifinal, o Timão já sabe que terá, pelo menos, uma renda nova de R$ 1,5 milhão. As cifras correspondem à renda média do clube com bilheteria no Paulista 2016. Em nove partidas disputadas em Itaquera, o clube embolsou pouco mais de R$ 13 milhões brutos. Dessa maneira, a Fiel torcida foi responsável por injetar R$ 1.552.769.89 por compromisso no estádio somente neste ano.

A projeção, aliás, pode ser ainda mais animadora caso o Corinthians chegue à final do Paulistão. Levanto em conta todos os jogos da história da Arena (de 2014 a 2016), o Timão possui uma receita de aproximadamente R$ 2 milhões por confronto – a tendência é de que fases eliminatórias gerem maior apelo aos torcedores.

Neste caso, além do Corinthians, os outros quatro possíveis adversário da próxima fase também pode lucrar mais do que o esperado no Paulistão. No caso de Audax São Paulo e de São Bernardo, que ainda possuem chances de avançar para a semi, a diferença é maior. A renda bruta do total dos dois clubes no Paulistão, até o momento, é de: R$ 585.874 e R$ 470.058, respectivamente.

Até mesmo no caso dos times grandes, a diferença é grande. O Palmeiras, que jogou no Allianz Parque e no Pacaembu durante o Paulistão, tem renda bruta de R$ 5.506.272. O São Paulo, que quase não jogou no Morumbi em 2016, tem apenas R$ 2.213.071.

A divisão de rendas acontece apenas na próxima fase, a semifinal. As finais são disputadas em dois jogos e cada clube fica com a renda do seu jogo como mandante.

Números do Corinthians dentro da Arena em 2016

Jogos: 11
Total do público pagante: 349.690
Média do público pagante: 31.790
Renda total bruta: R$ 19.165.098.00
Renda média: R$ 1.742.281.64

Números do Corinthians dentro da Arena no Paulistão 2016

Jogos disputados: 9
Total do público pagante: 268.469
Média do público pagante: 29.830
Renda total: R$13.974.929.00
Renda média: R$1.552.769.89

Veja Mais:

  • Campeonato Brasileiro agora tem quatro, e não três, vagas à fase de grupos da Libertadores

    Conmebol anuncia novidade, e Corinthians volta ao páreo por vaga direta na Libertadores

    ver detalhes
  • Alan Santos tem conversas avançadas com Corinthians

    Corinthians negocia contratação de volante do Coritiba, diz portal

    ver detalhes
  • Giovanni Augusto treinou como lateral nesta terça-feira

    Giovanni na lateral, mudança na zaga e susto de Rildo: o treino desta terça do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians encara o Cruzeiro neste domingo, no Mineirão

    Resultado no Mineirão vale mais que os três pontos para Corinthians e Cruzeiro; entenda

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes