André comemora fim de jejum e alega que foi 'até o limite'

André comemora fim de jejum e alega que foi 'até o limite'

Por Meu Timão

André anotou o segundo gol do Corinthians na goleada sobre o Red Bull

André anotou o segundo gol do Corinthians na goleada sobre o Red Bull

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Após passar mais de um mês sem balançar as redes, o atacante André comemorou o fim do jejum. Na goleada deste sábado para cima do Red Bull Brasil, o camisa 9 foi autor de um dos quatro tentos do Timão e, na saída do gramado, lembrou a máxima "atacante vive de gols".

"É importante (o gol). O atacante vive de gols, não adianta só jogar, correr e marcar. Não é só eu, Luciano também está tentando. Não é falta de vontade, falta de treino. Não vinha acontecendo, mas hoje acabou acontecendo na hora que precisava. Espero que comecem a sair mais gols ainda", declarou o jogador.

Contratado pelo Corinthians com a missão de substituir Vagner Love, que viveu grande fase no Campeonato Brasileiro do ano passado, André vem sofrendo críticas de parte da torcida. Ainda assim, foi mantido como titular no esquema 4-1-4-1 de Tite.

A insistência do treinador, aliás, vai além da escalação. André destacou que o Corinthians, mesmo já vencendo o Red Bull por 4 a 0, manteve a insistência na marcação e na busca por mais gol, conforme pedido pelo treinador alvinegro.

"Acho que a gente fez o que o Tite pede, o que a gente treina, que é pressionar independente de quanto está o jogo, de quanto tempo falta. A gente vai até o limite. Eu, por exemplo, estava no limite já, mas não tem descanso enquanto não acabar o jogo", afirmou.

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes