Um ano após chacina, Pavilhão Nove emite nota em homenagem aos oito torcedores assassinados

Um ano após chacina, Pavilhão Nove emite nota em homenagem aos oito torcedores assassinados

Por Meu Timão

Pavilhão Nove foi alvo de chacina em abril de 2015

Pavilhão Nove foi alvo de chacina em abril de 2015

A torcida organiza do Corinthians Pavilhão Nove emitiu uma nota oficial na manhã desta segunda-feira em lembrança à chacina que deixou oito membros da uniformizada mortos. Os assassinatos aconteceram há um ano, na noite do dia 18 de abril de 2015.

"Infelizmente tudo mudou. O que era para ser um grande dia se transformou numa grande tragédia, aconteceu uma chacina dentro da nossa quadra, perdemos oito Metralhas", escreveu a Pavilhão Nove por meio de seu perfil no Facebook.

Na ocasião, um evento levou centenas de torcedores à sede da organizada embaixo da Ponte dos Remédios, na zona oeste de São Paulo, desde o período da manhã. À noite, apenas alguns membros e funcionários permaneciam no local, para os preparativos do clássico entre Corinthians e Palmeiras, que aconteceria no dia seguinte.

De acordo com a polícia militar, três homens encapuzados entraram no local, obrigaram sete torcedores a deitarem no chão e os mataram com tiros na cabeça. Um oitavo corinthiano também foi baleado e, apesar de ter conseguido correr para fora da sede, não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

Vale lembrar que a Pavilhão convocou torcedores para um protesto na Praça da Sé, região central de São Paulo, a partir das 17h desta segunda-feira. Até hoje, apenas dois homens foram acusados do ato - um policial militar e um ex-PM -, mas ainda não foram julgados. Uma audiência para prestar depoimentos está marcada para junho.

Confira a íntegra da nota da Pavilhão:

LUTO!
18 de abril, data que ficou marcada para o C.D. Pavilhão Nove Garra Corintiana.
Data esta que tinha tudo pra ser um grande dia, pois durante a manhã, tarde e parte da noite estávamos curtindo a nossa sede com muito futebol, churrasco e idéia de Corinthians no nosso Festival das Quebradas. Mas infelizmente no final da noite tudo mudou, o Festival já tinha acabado e ficaram alguns integrantes da torcida na responsabilidade da sede e outros pra pintarem uma bandeira para levarmos pro jogo da semifinal do Paulistão entre nosso Coringão contra o time da barra funda. E infelizmente tudo mudou o que era pra ser um grande dia se transformou numa grande tragédia, aconteceu uma chacina dentro da nossa quadra, perdemos 8 Metralhas.
André, Du Memo, Edilsinho, Ferraz, Jhow, Markinho, Quadrilha e Mydras.
O C.D. Pavilhão Nove Garra Corintiana ficou desfalcado, tivemos uma perda irreparável. Se pra nós foi uma grande perda nem se fala nos familiares de cada um deles, nem podemos imaginar.
Deixamos aqui um abraço a todos os familiares. E que tenham força pra superar toda essa situação que não é nada fácil.
Estejam em paz!
Que a justiça seja feita!

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes