Renda dividida na semifinal com Corinthians garante quase três meses da folha salarial do Audax

Renda dividida na semifinal com Corinthians garante quase três meses da folha salarial do Audax

Por Meu Timão

Bicampeão brasileiro com o Corinthians, Vampeta é o atual presidente do Audax, ex-Pão de Açúcar

Bicampeão brasileiro com o Corinthians, Vampeta é o atual presidente do Audax, ex-Pão de Açúcar

Foto: Divulgação

Apesar de ter pela frente a melhor equipe do Campeonato Paulista em números, o Grêmio Osasco Audax não tem motivos para lamentar. A semifinal contra o Corinthians, marcada para as 18h30 do próximo sábado (23), na Arena, trará benefícios no âmbito financeiro ao clube presidido por Vampeta, ex-jogador e ídolo do Timão.

Por determinação da Federação Paulista de Futebol (FPF), responsável pela organização do Estadual, a renda dos confrontos eliminatórios tem de ser dividida igualmente entre os times, como ocorreu no duelo entre Corinthians e Red Bull Brasil, no último sábado, em Itaquera – apesar de ser o mandante, a agremiação paulistana faturou apenas metade do lucro líquido do jogo (a arrecadação bruta foi de R$ 1.948.897,00).

Dois anos após estrear na elite do futebol paulista, o Audax permanece com um elenco modesto e vê a partida na Arena Corinthians com bons olhos para o pagamento de sua folha salarial. A despesa do clube com atletas e comissão técnica é de aproximadamente R$ 350 mil, uma das menores do Paulistão. O valor, no entanto, é suficiente para ser embolsado apenas com o embate ante o Timão.

A relação entre Vampeta e Audax começou em 2013. O Grupo Casino, dono do antigo Pão de Açúcar, decidiu vender o clube ao Grêmio Osasco, cujo proprietário é o ex-jogador do Corinthians. Graças a um investimento em torno de R$ 30 milhões, a equipe osasquense, então 11º colocada da Série A2 do Paulistão, garantiu uma das vagas na A1 na temporada seguinte.

Relação de longa data – A ligação do Timão com o Audax é curiosa. A principal revelação da história do clube é o volante Paulinho, campeão do Brasileirão (2011), da Taça Libertadores da América (2012), do Mundial de Clubes da Fifa (2012) e do Paulistão (2013) vestindo o manto alvinegro. Antes de chegar ao Parque São Jorge, se destacou pelo Bragantino.

Veja Mais:

  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes
  • Recuperado de lesão, Balbuena foi relacionado para o Majestoso

    Com retornos confirmados, Corinthians relaciona 21 jogadores para Majestoso

    ver detalhes
  • Gabriel não escondeu seu lado corinthiano em entrevista

    Gabriel diz torcer pelo Corinthians desde criança e explica sensação de ter jogado pelo Palmeiras

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes