Marlone revela não ter dormido direito após ótima atuação contra o Cobresal

Marlone revela não ter dormido direito após ótima atuação contra o Cobresal

Por Meu Timão

Marlone viveu seu melhor momento no Corinthians nesta quarta-feira

Marlone viveu seu melhor momento no Corinthians nesta quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Marlone viveu uma noite especial nesta quarta-feira. Em seu primeiro jogo como titular após voltar de lesão, o jogador marcou dois gols na goleada por 6 a 0 contra o Cobresal, sendo um deles uma “pintura” de voleio que o Corinthians já lança a campanha para concorrer ao Prêmio Puskás, dado ao gol mais bonito do ano. Ainda muito feliz com a atuação, o jogador revelou que quase não conseguiu dormir à noite após o jogo.

“Essa noite foi especial demais para mim, para ganhar confiança, para também dar uma resposta ao torcedor porque ainda não tinha dado realmente, com uma bela partida. Me emocionei muito. Nem dormi direito porque fiquei emocionado. Foi uma noite especial por tudo que passei, tudo que vivi no Corinthians, em tão pouco tempo, mas que fui premiado, graças a Deus”, disse o meia em participação ao programa Seleção SporTV.

Marlone foi um dos primeiros reforços do Corinthians para a temporada. Depois de realizar pré-temporada com o grupo nos Estados Unidos, ele fez sua estreia em jogos oficiais logo na abertura do Campeonato Paulista, contra o XV de Piracicaba. Após disputar outros dois jogos, ele sofreu um carrinho no jogo contra a Ferroviária, que, conforme informado pelos médicos do Corinthians, causou uma entorse no seu tornozelo direito.

A lesão deixou o jogador de fora dos gramados por mais de um mês. Tornando-se desfalque a partir do dia 21 de fevereiro, ele fez sua “reestreia” no dia 10 de abril, contra o Novorizontino, atuando por apenas 11 minutos. Nesta quarta, sendo titular pela segunda vez com a camisa do Timão, o atleta fez sua melhor atuação desde que chegou ao Corinthians.

Analisando sua breve história no Timão, Marlone mostrou humildade, agradeceu a oportunidade de jogar pelo clube do Parque São Jorge e relembrou o momento difícil da lesão.

“A gente chega, ainda mais em um clube como Corinthians, e planeja várias coisas, vários sonhos, e projetei isso. Acabou sendo tudo ao contrário. Cheguei, fui pra Florida Cup (EUA), me enturmei com o grupo, que me recebeu muito bem. Só que acabei tendo uma lesão grave, por pouco não rompi os ligamentos e por pouco não operei. Estamos sujeito a lesões, mas aprendi muita coisa com isso, a dar valor às coisas simples, só de eu estar empregado, de estar em um grande clube”, concluiu o atleta.

Veja Mais:

  • Carlinhos marcou o seu décimo gol na competição

    Corinthians atropela Juventus na semifinal da Copinha e busca pelo décimo título

    ver detalhes
  • Filipe recebeu a maior nota da Fiel após partida contra o Juventus

    Disputa de craque da partida fica dividida entre goleiro e meia-atacante do Corinthians

    ver detalhes
  • Brendon teria nascido em 1994 e não em 1997 como diz seus documentos

    Adversário do Corinthians na final da Copinha pode ser eliminado da competição

    ver detalhes
  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes