Corinthians tem aval da Caixa para contrato dos naming rights

Corinthians tem aval da Caixa para contrato dos naming rights

Por Meu Timão

Fiel aguarda ansiosamente um acordo pelos NR da Arena

Fiel aguarda ansiosamente um acordo pelos NR da Arena

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O tão esperado naming rights da Arena Corinthians pode estar próximo de ser anunciado. Para isso, o Corinthians já possui o aval da Caixa Econômica Federal, patrocinadora máster do time. A informação foi divulgada pelo UOL Esporte.

Segundo a publicação, o banco estatal já teve acesso ao contrato dos NR com mais de 700 páginas e aprovou o acordo. O aval era necessário porque a Caixa foi responsável pelo financiamento para a construção do estádio alvinegro.

O presidente Roberto de Andrade declarou na última reunião do conselho, na segunda-feira, que o acordo sairia dentro de 15 dias. A expectativa é que nos primeiros dias de maio o anúncio oficial seja feito.

Para conseguir conciliar a Caixa e a empresa que pretende dar o nome ao estádio, alguns acordos foram feitos. Por exemplo, a mudança nas propriedades do patrocínio máster. A empresa, que é do ramo financeiro, mas não uma concorrente da Caixa, terá acesso ao espaço das costas da camisa, que antes pertencia ao banco estatal.

Veja Mais:

  • Jadson e Fagner estão liberados para atuar na estreia da Copa Sulamericana

    Timão recebe aval da Conmebol para utilizar Jadson e Fagner; clube ainda quer documento

    ver detalhes
  • 'Herói' do Dérbi, Jô deve voltar a ganhar chance como titular diante do Mirassol. Tá querendo!

    Embalado pós-clássico, Corinthians coloca confiança à prova contra sensação do Paulistão

    ver detalhes
  • Camisas do Corinthians em promoção no ShopTimão

    Veja 7 camisas do Corinthians que você pode comprar por menos de 50 reais

    ver detalhes
  • Próximo desafio do Corinthians no Paulistão, Mirassol tem a melhor campanha do estadual

    Por que o Mirassol, adversário do Corinthians, virou a sensação do Paulistão 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes