Tite valoriza classificação do Audax, mas não absolve elenco por pênaltis desperdiçados

Tite valoriza classificação do Audax, mas não absolve elenco por pênaltis desperdiçados

Por Meu Timão

Em entrevista coletiva, Tite analisou a eliminação do Corinthians para o Audax dentro de casa

Em entrevista coletiva, Tite analisou a eliminação do Corinthians para o Audax dentro de casa

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O técnico Tite não escondeu o sentimento amargo ao analisar a eliminação do Corinthians na semifinal do Campeonato Paulista, para o Osasco Audax, na Arena, na noite deste sábado. Em entrevista coletiva, o treinador alvinegro engrandeceu o futebol apresentado pelo time visitante, valorizou o trabalho de Fernando Diniz e não escondeu sua decepção com os pênaltis desperdiçados pela equipe.

“O time do Audax é um time corajoso. O espetáculo foi emocionante. As pessoas não entendem que não estamos medindo grandeza, estamos falando de um jogo de futebol. A gente ainda no processo de amadurecimento criava, a precisão de finalização que teve o Audax. As suas finalizações, um jogo de alternâncias de movimentos, duas equipes que procuraram jogar futebol”, iniciou Tite.

Dono da melhor campanha do Paulistão, o Corinthians entrou em campo embalado pela goleada por 6 a 0 sobre o Cobresal (CHI), na última quarta-feira, também em Itaquera. No entanto, ao contrário do jogo diante dos chilenos, o Timão teve dificuldades para impor seu ritmo contra um adversário técnico, que abusava da troca de passes e triangulações.

O Audax, que tinha no currículo vitórias sobre Palmeiras e São Paulo na atual edição do campeonato, chegou a estar duas vezes à frente do placar – Bruno Paulo e Tchê Tchê marcaram. O time do Parque São Jorge, por outro lado, após as entradas de Ángel Romero e Rodriguinho no segundo tempo, melhorou e empatou com André. Com o 2 a 2 no tempo normal, a classificação à final do Paulistão teve de ser decidida nos penais.

“Eu, como profissional, estou orgulhoso de ter participado desse jogo. O Fernando Diniz é um grande técnico, já falava isso antes. Ele treina pra que a equipe possa ter o enfrentamento de vir pro jogo com a gente, de não ficar só lá trás. Grande jogo, parabéns ao Audax, grande campanha. Não estou dimensionando grandeza do clube... O emocional pesa”, acrescentou o comandante.

Apesar de rasgar elogios à agremiação de Osasco, Tite não deixou de mandar um recado ao elenco corinthiano: o treinamento de pênaltis será intensificado daqui em diante. “Vai treinar mais, é lado técnico e equilíbrio emocional, vai treinar. Não tem outra forma”, avisou o professor, que viu Fagner (na trave) e Rodriguinho (defesa de Sidão) desperdiçarem suas cobranças.

Por fim, o treinador do Corinthians enalteceu a reação do time que, mesmo atrás do marcador por duas oportunidades, teve a tranquilidade de buscar a igualdade. “Tu sai perdendo dentro de casa, gera uma expectativa muito grande e a gente tem que ser frio. Chega o intervalo, eu digo: ‘Calma, calma’. Aí voltou numa rotação melhor, de ajuste de passes. Intensidade não é com bola, com bola é pé de pelica, é acerto de passe, é precisão da finalização. Veio pro segundo tempo e trouxe esse componente, tanto é que fomos tomar o segundo gol também no nosso melhor momento”.

Veja Mais:

  • Romero foi bastante participativo no primeiro tempo, mas 'sumiu' na etapa final

    Sem criar chance de gol, Corinthians cai na pilha do Racing e é eliminado da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Rodriguinho foi expulso após dar solada no atleta adversário

    Fiel não perdoa, e Rodriguinho beira nota zero em eliminação do Corinthians na Argentina

    ver detalhes
  • Rodriguinho deixou El Cilindro sem conversar com a imprensa

    Rodriguinho pede desculpas ao elenco por expulsão, mas opta pelo silêncio na zona mista

    ver detalhes
  • Adauto falou com a imprensa na saída do estádio El Cilindro

    Diretor do Corinthians detona arbitragem na Argentina: 'Verdadeiros artistas'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes