Guerrero perde outro troféu pelo Flamengo e rende menos do que quando defendia o Corinthians

Guerrero perde outro troféu pelo Flamengo e rende menos do que quando defendia o Corinthians

Por Meu Timão

Guerrero deixou o Corinthians no meio do ano passado

Guerrero deixou o Corinthians no meio do ano passado

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

A eliminação do Flamengo nas duas competições que disputou neste primeiro semestre de 2016 (Primeira Liga e Campeonato Carioca) reforçou críticas da torcida rubro-negra e da imprensa carioca em cima do centroavante Paolo Guerrero. Quase um ano após deixar o Corinthians, o jogador vem rendendo bem menos do que quando defendia o Timão.

Os números do peruano com a camisa do Flamengo não escondem a (ao menos por enquanto) fracassada transferência para o clube carioca. Na nova equipe, Guerrero disputou 35 jogos e marcou 12 gols, com média de 0,34 tento por partida. No Corinthians, ele havia disputado 130 duelos e balançado as redes em 54 oportunidades (0,42 de média).

A queda de produção de Guerrero não para por aí. Conhecido por ser um jogador de temperamento difícil na época em que jogava no futebol alemão, ele se "acalmou" no Corinthians sob comando de Tite e Mano Menezes, somando 23 cartões amarelos e dois vermelhos em três anos. Em sua primeira temporada no Flamengo, por outro lado, já foram 11 cartões amarelos e uma expulsão.

Vale ainda lembrar que, no Flamengo, Guerrero não disputou nenhuma partida internacional, se limitando, em termos de visibilidade, ao futebol carioca e brasileiro. No Corinthians, o peruano não somente foi protagonista da conquista do Mundial de 2012, no Japão, como disputou duas edições da Libertadores.

Por fim, vale destacar a quantidade de títulos ganhos por Guerrero no Timão. Além do Mundial de Clubes, o peruano conquistou o Paulistão e a Recopa Sul-Americana de 2013. Oficialmente, ele também consta como campeão brasileiro de 2015, já que disputou duas partidas do certame pelo Corinthians. No Flamengo, até o momento, nenhuma taça.

Em tempo: Guerrero tinha contrato com o Corinthians até julho do ano passado. O atacante e o clube, contudo, não chegaram a um acordo no que diz respeito a luvas e aumento salarial. O Flamengo atravessou a negociação e contratou o jogador, que já estava liberado desde janeiro daquela temporada para assinar pré-contrato com qualquer outra equipe.

Veja Mais:

  • Pedrinho passa por trote e ataca de cantor na concentração do Corinthians

    Pedrinho passa por trote e ataca de cantor na concentração do Corinthians

    ver detalhes
  • Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho do Atlético-PR, citou o Corinthians para falar da grama sintética

    Veto à grama sintética faz presidente do Atlético-PR criticar cota de TV do Corinthians

    ver detalhes
  • Maycon e Léo Jabá, formados na base, encaram Brusque nesta noite

    Corinthians visita o Brusque para seguir na Copa do Brasil e manter embalo

    ver detalhes
  • Programa de sócios do Corinthians volta a ter 100 mil torcedores

    Corinthians atualiza número de sócios-torcedores e volta ao patamar de 100 mil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes