No Uruguai, Corinthians encara primeiro confronto decisivo na Libertadores

No Uruguai, Corinthians encara primeiro confronto decisivo na Libertadores

Por Meu Timão

Em alta, Rodriguinho é a novidade do Corinthians diante do Nacional, nesta quarta, em Montevidéu

Em alta, Rodriguinho é a novidade do Corinthians diante do Nacional, nesta quarta, em Montevidéu

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians inicia nesta quarta-feira, no Uruguai, um novo tipo de Copa Libertadores da América: o mata-mata. Recém-eliminado do Campeonato Paulista pelo modesto Osasco Audax, a equipe alvinegra tenta se reerguer diante do tricampeão Nacional (URU), às 21h45 (de Brasília), no estádio Gran Parque Central, pelo duelo de ida das oitavas de final.

Mesmo com o confronto em Itaquera ainda a ser disputado, a partida em Montevidéu promete ser determinante para o futuro do Timão dentro do torneio. Isso porque o Nacional se classificou como pior mandante, tendo desempenho de apenas 44% em seus domínios. Em contrapartida, o time comandado por Gustavo Munúa se sente à vontade para jogar como visitante, como contou, ao Meu Timão, o jornalista uruguaio Alejandro Etcheverry.

Ciente do poderio inimigo, Tite usou os únicos dois dias possíveis de preparação para treinar a equipe considerada titular e testar novas armas – a principal delas é o retorno de Rodriguinho, recuperado de um estiramento muscular na coxa direita, na vaga de Guilherme. Contratado no início da temporada, o camisa 10 ainda não mostrou a que veio e segue em baixa.

Sob o tradicional 4-1-4-1, o provável Corinthians que tenta encaminhar o avanço às oitavas é formado por Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique; Alan Mineiro, Elias, Rodriguinho e Lucca; André. Já Marquinhos Gabriel, Danilo e Luciano, opções para o setor ofensivo, sequer viajaram com a delegação para o Uruguai.

“O principal é não tomar gol. São dois jogos. Tem que saber que temos o jogo da volta e não nos precipitarmos. O principal é erros zero, porque é mata-mata. Então temos que ir para lá focados para não ter erros e nenhum tipo de surpresa”, projetou André, batedor oficial de pênaltis do Corinthians após a queda na semifinal do Estadual.

Do outro lado, o Nacional tenta se impor à frente de sua torcida e abrir vantagem para não depender da vitória no embate na Arena Corinthians. Vice-líder do Campeonato Uruguaio, o oponente do Timão deve ser formado por: Conde; Fucile, Victorino, Polenta e Espino; Porras, Romero, Barcia e Ramírez; Fernández e Nico Lopez.

Corinthians x Nacional tem a arbitragem do argentino Patrício Loustau, auxiliados pelos bandeiras Gusavo Rossi e Ariel Scime, também da Argentina. O duelo na capital uruguaia será transmitido ao vivo pelos canais Globo (TV aberta), SporTV e FOX Sports (TV fechada), além da cobertura em Tempo Real pelo Meu Timão, a partir das 21h25.

(Fotos: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes